Polícia etíope mata cinco pessoas em festival religioso

Mortes acontecem dias depois de o regime ter libertado centenas de presos políticos.

Opositores numa manifestação esta semana na capital Adis Abeba
Foto
Opositores numa manifestação esta semana na capital Adis Abeba Reuters/TIKSA NEGERI

Pelo menos cinco pessoas foram mortas este domingo pelas forças de segurança da Etiópia quando os agentes abriram fogo sobre uma multidão durante um festival religioso no norte do país, noticia a BBC. Dezenas de pessoas ficaram ainda feridas.

O incidente aconteceu em Waldiya e ocorre dias depois de o regime ter libertado centenas de opositores, incluindo Merera Gudina.

O Governo do primeiro-ministro Hailemariam Desalegn enfrenta protestos há três anos, tendo decretado o estado de emergência entre Outubro de 2016 e Agosto de 2017. A contestação é especialmente forte nas regiões de Oromia e Amhara, que se queixam de marginalização política e económica.