Há um novo desafio a pôr jovens em perigo: ingerir cápsulas de detergente

O “Tide Pod Challenge” levou o INEM e a PSP a lançarem alertas para os perigos associados a uma prática que começou nos EUA e se difundiu online.

Foto
PSP alerta para o facto de estas cápsulas serem “altamente concentradas e projectadas unicamente para o seu fim” DR

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) veio reforçar esta quinta-feira um alerta feito no dia anterior pela Polícia de Segurança Pública (PSP) sobre um novo desafio, com origem nos EUA, que se tornou viral na Internet. Qual? Ingestão de cápsulas de detergente. Em comunicado, o INEM reforça o alerta aos perigos deste desafio, considerando a prática “extremamente perigosa”, “podendo causar lesões graves”.

No “Tide Pod Challenge”, os adolescentes gravam vídeos de si próprios a ingerir cápsulas de detergente, algumas das quais cozinhadas. Com resultados que, segundo o INEM, variam de acordo com o órgão que entrar em contacto directo com o conteúdo das cápsulas: “Pele: eritema (pele vermelha, irritada); olhos: ardor, olho vermelho, edema (inchaço) palpebral ou mesmo uma queimadura química; boca: vómitos, alterações na orofaringe (garganta), ou alterações respiratórias por aspiração do produto”.

O INEM aconselha que, entrando em contacto com este tipo de produto, se proceda de imediato à “lavagem abundante com água corrente, nomeadamente no caso de contacto por via ocular em que a lavagem deve ser feita durante 10 a 15 minutos, afastando as pálpebras”. Outra recomendação: ligar "para o Centro de Informação Antiveneno (CIAV) através do número 808 250 143 ou para o Número Europeu de Emergência – 112”, explica o comunicado.

No alerta feito pela PSP na terça-feira através do Facebook, a Polícia de Segurança Pública alerta para o facto de estas cápsulas serem “altamente concentradas e projectadas unicamente para o seu fim”. A publicação conta com mais de 2500 partilhas.