Campus da Nova em Carcavelos abre em Setembro

Carcavelos vai ter uma revolução, com a abertura da faculdade e de cinco novos hotéis. A marina de Cascais será remodelada para se tornar um espaço "ligado ao luxo e ao glamour"

Fotogaleria
Obras vão estar prontas a tempo do ano lectivo 2018/2019 Sebastião Almeida
Fotogaleria
Obras vão estar prontas a tempo do ano lectivo 2018/2019 Sebastião Almeida
Fotogaleria
Obras vão estar prontas a tempo do ano lectivo 2018/2019 Sebastião Almeida

A faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa vai mudar-se para Carcavelos em Setembro, a tempo do arranque do próximo ano lectivo. Foi Pedro Santa-Clara, professor da Nova School of Business & Economics (SBE) responsável pelo projecto, que o garantiu esta quarta-feira no estaleiro da obra.

Num encontro com jornalistas promovido pela Câmara Municipal de Cascais, o vice-presidente da autarquia referiu-se à construção do campus de Carcavelos como “a maior obra a decorrer neste momento no país” e como alavanca para uma série de projectos naquela freguesia e no concelho.

“Nem calculam a alegria que eu tenho em estar aqui hoje. É a primeira vez que entro nesta obra sem sujar os sapatos”, declarou Pedro Santa-Clara. O encontro decorreu numa sala, ainda por terminar, que vai funcionar como área de estudo 24h. O parque de estacionamento subterrâneo e a estrutura dos vários edifícios já estão construídos, mas não parece que os trabalhos estejam perto de terminar. “Em Setembro viremos para cá”, afiançou o professor da Nova SBE, que brincou, pedindo ajuda aos autarcas presentes para acartar mobília e assentar tijolos.

Pedro Santa-Clara disse que a Nova já conseguiu angariar 36 milhões de euros para pagar o projecto, mas que ainda faltam 14 milhões. Apesar de ser uma universidade pública, esta obra está a ser totalmente financiada por doadores privados e institucionais, como o Santander Totta, a Jerónimo Martins, a família Soares dos Santos, o BPI, a Brisa, a Tranquilidade, o Turismo de Portugal ou a EDP. Para arrecadar o montante em falta, a Nova lançou uma campanha destinada a antigos alunos da instituição.

A reboque da abertura da faculdade, Carcavelos vai ter uma pequena revolução. Miguel Pinto Luz, vice-presidente da câmara municipal, anunciou a abertura de quatro hotéis de cinco estrelas e um de quatro naquela localidade. Alguns destes projectos estão previstos para a Quinta dos Ingleses, ali mesmo ao lado do futuro campus, que vai em breve começar a ser urbanizada, depois de anos de muitíssima polémica em torno do plano para ali aprovado. Além disso, a autarquia garante que é este ano que avança o El Corte Inglés em Carcavelos, prometido desde 2005.

Para a vila de Cascais, uma das novidades para 2018 reveladas por Miguel Pinto Luz é a renovação da marina, que vai passar a ter um hotel de uma cadeia internacional e novos espaços comerciais. “Será completamente remodelada em termos urbanísticos”, disse o autarca. O investimento de 60 milhões de euros deve arrancar “no final de 2018” e tem como objectivo transformar a marina num espaço “muito ligado ao luxo e ao glamour”, explicou Pinto Luz.

No parque de estacionamento da marina vai abrir “na Primavera” o Museu de Arte Urbana e Contemporânea de Cascais (MARCC), anunciado no ano passado, com curadoria de Vhils e uma colecção de obras de artistas urbanos portugueses. Segundo o vice-presidente será ainda este ano, já com algum atraso, que vai ser lançado o concurso para as obras do antigo Centro Comercial Cruzeiro, no Monte Estoril, que terá nova vida como pólo cultural.