Repórteres Sem Fronteiras

Em 2017 foram mortos 65 jornalistas, o menos mortífero dos últimos 14 anos

“O México é o país em paz mais perigoso do mundo para jornalistas”, sublinhou a Repórteres Sem Fronteiras no relatório anual.