Este ano, a história do Natal é projectada na Fonte Luminosa

Espectáculo de video-mapping troca o Terreiro do Paço pela Alameda. De 14 a 23 de Dezembro, as paredes da Fonte Luminosa contam como Lisboa é, afinal, a terra do Pai Natal.

Fotogaleria
DR/Ocubo
Fotogaleria
DR/Ocubo
Fotogaleria
DR/Ocubo
Fotogaleria
DR/Ocubo
Fotogaleria
DR/Ocubo
Fotogaleria
DR/Ocubo

Nos últimos anos, tem iluminado o edifício do arco da Rua Augusta com histórias natalícias. Desta vez, a habitual projecção em video-mapping muda-se para a Alameda. O espectáculo Lisbonland – onde o Natal acontece vai ser exibido na Fonte Luminosa, de 14 a 23 de Dezembro, com três sessões diárias: 19h, 20h e 21h.

A animação pretende revelar “o grande segredo da época”. É que afinal, “a terra do Pai Natal é a cidade de Lisboa”, lê-se em comunicado. Para a Associação de Turismo de Lisboa (ATL), responsável pela iniciativa, esta é uma história “divertida e inesperada”, que tem a capital portuguesa “como centro da narrativa”. Este ano, o Pai Natal troca a Lapónia por Lisboa e é na cidade das sete colinas que o velho de barbas brancas e os duendes preparam a chegada da Consoada.

O tema escolhido tem como objectivo “homenagear” Lisboa, afirma a ATL. O espectáculo, adianta, “explora a cidade através de uma visão panorâmica e realça alguns dos elementos característicos” de Lisboa, como o eléctrico, o cacilheiro ou o metro, que “funcionam como elementos decorativos da árvore de Natal”.

PÚBLICO -
Foto
DR/Ocubo

O espectáculo, produzido pela Ocubo, integra ainda “animações 4D com jactos de fogo sincronizados com as imagens projectadas” e uma música interpretada por Cuca Roseta, com letra original e melodia do tradicional Jingle Bells.

O habitual video-mapping é apenas uma das iniciativas que preenchem o programa das festas de Natal e fim-de-ano, promovido pela Câmara Municipal de Lisboa. Há ainda paradas, concertos e uma flashmob no Aeroporto Humberto Delgado.