A Liga dos Campeões dá para tudo. Até para Paulo Fonseca se mascarar de Zorro

Treinador português tinha prometido que, se o Shakhtar Donetsk se qualificasse para os "oitavos" da competição, apareceria mascarado. Palavra dada, palavra honrada.

Reuters/VALENTYN OGIRENKO
Foto
Reuters/VALENTYN OGIRENKO

O Shakhtar Donetsk foi o grande vencedor desta noite de Liga dos Campeões ao garantir o apuramento aos oitavos-de-final da competição perante o poderoso Manchester City de Pep Guardiola. Antes da penúltima jornada, frente ao Nápoles, Paulo Fonseca, treinador dos ucranianos, fez uma promessa: caso a sua equipa se qualificasse, apareceria mascarado de Zorra. Ora, palavra dada é palavra honrada: o técnico português apresentou-se mascarado na conferência de imprensa desta quarta-feira à noite.

Assim que entrou na sala de imprensa, a gargalhada foi geral, e Paulo Fonseca explicou o porquê de surgir perante as câmaras com aquele traje: “A culpada de eu vir assim vestido é desta senhora aqui à frente”, disse, apontando para a primeira fila do auditório.

Perante os risos, Fonseca ainda perguntou aos jornalistas se queriam que respondesse às perguntas com ou sem máscara. Obviamente, o pedido foi no sentido de que o português mantivesse o traje. E lá continuou, de forma muito séria, a analisar o jogo e o feito da sua equipa.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações