Novo filme de Tarantino assinala os 50 anos dos homicídios da família Manson

#9, como é por agora conhecido, será em princípio o penúltimo filme do realizador de Cães Danados. A estreia nos Estados Unidos está marcada para 9 de Agosto de 2019.

Sharon Tate, assassinada pelo bando de Charles Manson, é uma das personagens do filme de Tarantino
Foto
Sharon Tate, assassinada pelo bando de Charles Manson, é uma das personagens do filme de Tarantino

Foi a 9 de Agosto de 1969 que membros da família Manson, com Tex Watson à cabeça e comandados por Charles Manson, invadiram a casa de Roman Polanski e Sharon Tate e mataram a actriz e quatro outras pessoas. É é a 9 de Agosto de 2019, dia em que se assinalam os 50 anos desse acontecimento, que está marcada a estreia nos Estados Unidos do próximo filme de Quentin Tarantino, que por enquanto ainda se chama #9, e cuja história começa em 1969, com os crimes da família Manson em pano de fundo. Será o primeiro filme de Tarantino para a Sony, agora que Harvey Weinstein e a sua Weinstein Company caíram em desgraça por causa do escândalo de abuso e assédio sexual.

Ainda não se sabe muito sobre #9. Sabe-se que a história envolve um actor de televisão que, com a ajuda do seu duplo, tenta singrar em Hollywood em 1969, no Verão em que Manson (que morreu em Novembro) e os seus discípulos andavam pelas montanhas de Hollywood. Tinha sido antes anunciado que o filme seria sobre os assassinatos perpetrados pelos seguidores de Manson, mas, recentemente, o realizador confirmou que não era um biopic, era mais um filme sobre a época, focando-se em várias personagens diferentes.

Tal como não há detalhes sobre a história do sucessor de Os Oito Odiados, ainda não há grandes certezas sobre o elenco. Mas nomes como Tom Cruise, Leonardo DiCaprio e Brad Pitt foram considerados para o filme, com Samuel L. Jackson também mencionado, e Margot Robbie como favorita para fazer de Sharon Tate (Jennifer Lawrence também foi considerada, o que não terá agradado a Debra Tate, irmã de Sharon, que disse preferir Robbie).

Será o nono filme do realizador, o penúltimo se se confirmarem as suas intenções de abandonar o cinema e se não for como Steven Soderbergh ou Hayao Miyazaki, por exemplo, cineastas que anunciaram a reforma e ainda assim regressaram. Há vários anos que Tarantino diz que se quer reformar após concluir o décimo filme — e acaba de se saber que está a desenvolver com J.J. Abrams uma ideia para um novo capítulo de Star Trek.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações