David Grachat em quinto nos 100m livres dos Mundiais de natação adaptada

Foto
Paulo Pimenta

O nadador português David Grachat terminou nesta terça-feira na quinta posição a final dos 100 metros livres (S9) dos Mundiais de natação adaptada, que decorrem na Cidade do México.

David Grachat, que tem uma malformação congénita no braço esquerdo, terminou a final com a marca de 59,33 segundos, inferior aos 59,42 que conseguiu nas eliminatórias.

O italiano Simone Barlaam conquistou o título mundial, com a marca de 56,09 que constitui novo recorde europeu.

O espanhol José Mari Alcaraz (57,31) e o italiano Federico Morlachi arrecadaram a prata e o bronze, respectivamente, tendo o brasileiro Ruiter Silva terminado na quarta posição.

Além de David Grachat, representam Portugal na competição, que decorre até quinta-feira, os nadadores Ivo Rocha e Marco Menezes.

No domingo, Marco Menezes foi quarto classificado nos 100 metros costas S11 (deficiência visual), com a marca de 1m47,94s, que lhe garantiu o recorde nacional e mínimo de integração no projecto paralímpico Tóquio 2020.