Amadora promove hábitos de leitura com antiga cabine telefónica

A Cabine de Leitura, no âmbito de um protocolo estabelecido entre a autarquia e a Fundação PT, funcionará todos os dias entre as 10h00 e as 24h00.

Foto

Uma antiga cabine telefónica adaptada para guardar livros vai funcionar, a partir de 7 de Dezembro, junto à Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos, na Amadora, para promover a leitura junto da população, informou a autarquia.

A Cabine de Leitura - Doar, Levar, Ler e Devolver funcionará junto ao jardim da Avenida Conde Castro Guimarães, na freguesia da Venteira, e pretende "a promoção de hábitos de leitura entre a população", explicou uma nota da câmara.

Segundo a autarquia, a iniciativa visa facilitar o acesso a livros "através da partilha e da cidadania, fortalecendo a relação entre a biblioteca municipal e a comunidade".

O projecto Cabines Ligadas à Cultura, promovido pela Fundação Portugal Telecom, "utiliza antigas cabines telefónicas, com o objectivo de criar uma micro biblioteca onde não existam muitas regras para aceder aos livros".

"Basta trazer um livro e levar outro, para que a leitura tenha uma dinâmica informal, sem prazos e sem penalizações", esclareceu a autarquia.

Os utilizadores podem deixar uma obra na caixa "depósito de livros", levar um livro à escolha das prateleiras e devolvê-lo quando terminarem a leitura, juntamente com sugestões, propostas e comentários na "caixa de sugestões".

A inauguração do projecto, a partir das 14h00 de 7 de Dezembro, vai contar com um momento de poesia a cargo de Manuel Rodrigues Lopes, a atuação da Escola de Cavaquinhos da CUTLA - Universidade Sénior da Amadora e a troca de livros entre alunos da Escola Básica Gago Coutinho.

A Cabine de Leitura, no âmbito de um protocolo estabelecido entre a autarquia e a Fundação PT, funcionará todos os dias entre as 10h00 e as 24h00.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações