<p>Muhammad Hamed/Reuters</p>
Foto

Muhammad Hamed/Reuters

Lawrence é o primeiro gato diplomata

Quando foi resgatado de um abrigo para animais e adoptado pela embaixada do Reino Unido na Jordânia, Lawrence estava longe de imaginar que iria ser nomeado o primeiro gato diplomata. Mais de um mês depois, o antigo residente do Centro Humano para o Bem-estar Animal, na Jordânia, além de desempenhar as funções de “diplocat”, divide o tempo entre o cargo de caçador oficial de ratos e a sua conta no Twitter, onde se está a tornar uma celebridade.

PÚBLICO -
Foto
Muhammad Hamed/Reuters

O felino preto e branco recebeu o nome de “Lawrence de Abdoun” em homenagem a T.E. Lawrence, um militar britânico que lutou ao lado dos árabes contra o império Otomano, durante a Primeira Guerra Mundial. Já Abdoun é uma referência ao bairro onde está instalada a embaixada britânica.

Na conta @LawrenceDipCat, Lawrence descreve, em tom de brincadeira, as responsabilidades diplomáticas e as belezas do país. “Através do Twitter do Lawrence tentamos mostrar um lado diferente da Jordânia, como é verdadeiramente um país pacífico e próspero que os turistas britânicos devem visitar”, explica a vice-embaixadora, Laura Dauban, em declarações à agência Reuters.

A partir de Amã, este gato diplomata reporta directamente as suas actividades a Palmerston, o gato do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Londres, que é uma verdadeira estrela do Twitter com a conta @DiploMog, onde reúne quase 60 mil seguidores.

Lawrence está também a tornar-se um fenómeno daquela rede social, onde já reuniu quase sete mil seguidores.