Governo aumenta para quase cem camiões-cisterna ajuda à região de Viseu

Além dos camiões que estão a abastecer a região com água tratada, haverá mais 45 camiões-cisterna a descarregar água bruta na barragem de Fagilde.

Além da água tratada, camiões passarão a transportar água bruta da barragem da Aguieira para a de Fagilde
Foto
Além da água tratada, camiões passarão a transportar água bruta da barragem da Aguieira para a de Fagilde Adriano Miranda

O Governo vai enviar mais 45 camiões-cisterna diariamente para descarregar água bruta na Albufeira de Fagilde, somando-se aos 51 já existentes, para enfrentar a seca que atinge quatro concelhos do distrito de Viseu, anunciou este sábado o ministro do Ambiente.

"Neste momento, já temos no terreno 51 camiões-cisterna a transportar água tratada, proveniente de outras estações de tratamento de água que se encontram a norte e a sul deste território. Porque sentimos que temos de ir além desta operação, em conjunto com a ANPC [Autoridade Nacional de Proteção Civil], conseguimos ter aqui 45 camiões para passar a transportar água bruta", revelou João Matos Fernandes.

No final de uma reunião que decorreu em Mangualde, o representante do Governo explicou que esta operação arranca às 7h00 de domingo, depois dos testes efectuados este sábado.

"A água vai ser tirada da Albufeira da Aguieira, que tem uma capacidade muito maior, e trazida diretamente para a Albufeira de Fagilde. Essa água é depois tratada na própria ETA de Fagilde e entra nos sistemas para poder abastecer estes quatro concelhos", explicou.

De acordo com o ministro do Ambiente, este transporte será assegurado por camiões-cisterna de corporações de bombeiros de oito distritos do país, que já partiram dos seus locais de origem carregados com água.

A seca que tem atingido os concelhos de Mangualde, Nelas, Penalva do Castelo e Viseu já tinha obrigado a que o Governo tomasse algumas medidas, entre as quais o transporte de água tratada em 51 camiões cisterna por dia. "Em água tratada estamos a falar de aproximadamente 5 mil metros cúbicos (m3)", informou.

Para tal, tinha sido anunciada uma verba de 250 mil euros, para que os quatro municípios pudessem fazer face às despesas relacionadas com o transporte de água. Posteriormente, o Governo disponibilizou mais 250 mil euros para apoiar uma iniciativa da Águas de Portugal, que veio reforçar o transporte diário, em camiões-cisterna.

O reforço de transporte de água bruta hoje anunciado, deverá injectar diretamente na Albufeira de Fagilde cerca de "quatro mil metros cúbicos" por dia.

"Não temos dúvida de que o compromisso que o Governo assumiu no verão, de que a água não faltaria nas torneiras dos portugueses, vai ser honrado e cumprido", sublinhou.

No entanto, deixou o apelo para que todos os portugueses poupem água, "consumindo a menor quantidade possível, agora e no futuro que é sempre incerto".