As próximas 7 Maravilhas serão mesas com comida, bebida e passeios pelo país

Na sua sétima edição, as 7 Maravilhas de Portugal querem eleger os melhores patrimónios do país em gastronomia, vinhos e roteiros turísticos. As candidaturas abrem dia 17.

O anúncio do evento foi feito na herdade de São Lourenço do Barrocal, no Alentejo
Foto
O anúncio do evento foi feito na herdade de São Lourenço do Barrocal, no Alentejo dr

As Maravilhas de Portugal vão sentar-se à mesa, comer e beber. A sétima edição das 7 Maravilhas de Portugal, que acontece em 2018, pretende promover o património gastronómico nacional e quer pôr o país a eleger o que de melhor se faz em vinhos, pratos e petiscos, roteiros, eventos e experiências enogastronómicas, anunciou a organização. A fase das candidaturas de projectos em todo o país para as 7 Maravilhas à Mesa abre no próximo dia 17.

“Chegou a vez de elegermos alguns dos patrimónios mais apreciados pelos portugueses: a gastronomia, associada aos vinhos e a roteiros turísticos. Vamos votar o prazer de estar à mesa e também o prazer de ir para lá, de lá chegar, de lá estar”, disse Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas no lançamento oficial do projecto, que se realizou na herdade São Lourenço do Barrocal, no Alentejo.

“Trata-se por isso de comer, de beber e de andar por roteiros turísticos, desfrutando do melhor que a vida tem para nos oferecer”, prosseguiu. “Queremos harmonizar a gastronomia com os vinhos, mas também com o prazer de percorrer o país, descobrindo os encantos do enoturismo.”

A ideia é que cada região apresente aquilo que a distingue, sejam pratos ou produtos regionais, locais como adegas, lagares ou museus ou ainda um percurso pedestre. Assim, cada região poderá candidatar a sua “Mesa”, que terá que incluir obrigatoriamente um património de cada categoria: Gastronomia, Vinhos e Azeites; e Roteiro Turístico.

A última edição das 7 Maravilhas elegeu as Aldeias Maravilha de Portugal, depois de terem sido também escolhidas as melhores praias do país. Agora, a organização volta-se para a gastronomia e os vinhos, áreas cuja importância para o turismo tem vindo a crescer. Em 2001, o evento tinha já distinguido as 7 Maravilhas da Gastronomia, por isso, desta vez escolheu um tema mais alargado, que junta aos pratos os vinhos e os percursos a eles ligados.

As candidaturas serão avaliadas por um painel de especialistas que seleccionará 49 pré-finalistas, sete por cada região. O público poderá depois escolher entre estas 49 as sete mesas mais representativas de Portugal.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações