Por que se despiram as Amazonas de um filme para o outro?

Em Mulher-Maravilha as guerreiras usam armaduras, em A Liga da Justiça envergam biquínis.

DR
Foto
DR

Em Mulher-Maravilha as guerreiras usam armaduras, em A Liga da Justiça as Amazonas envergam biquínis. No primeiro filme quem as vestiu foi uma mulher, no segundo, o responsável pelo guarda-roupa foi um homem. As redes sociais já se manifestaram quanto às mudanças.

Num filme dirigido e protagonizado por mulheres, Patty Jenkins e Gal Gadot, respectivamente, o guarda-roupa esteve a cargo da britânica Lindy Hemming, vencedora de um Óscar, que seguiu o guião e vestiu as Amazonas de guerreiras. Afinal trata-se de uma tribo constituída por mulheres que lutam. 

No entanto, no filme Liga da Justiça, que estreia esta semana nas salas portuguesas, a mesma nação de mulheres guerreiras viu as suas armaduras encolherem para uma espécie de biquínis. O realizador é Zack Snyder e o figurinista é Michael Wilkinson, responsável, por exemplo, pelo guarda-roupa da saga Twilight.

As reacções nas redes sociais não se fizeram esperar, com críticas às alterações e à cultura sexista que vigora em Hollywood, mas também de humor com um internauta a justificar a mudança com as alterações climáticas.