Incêndios florestais

De orgulho nacional a um “gigantesco exército de cadáveres”

“Saiba que daqui saíram as madeiras para construir todas as caravelas que foram necessárias para a epopeia dos Descobrimentos. Isto para lhe dizer o valor histórico deste sítio”, diz Gabriel Roldão, que nos últimos quarenta anos se dedicou a estudar o Pinhal de Leiria. No passado dia 15 de Outubro, o investigador leiriense viu acontecer diante de si a tragédia para a qual tinha vindo a alertar: dos 11 080 hectares do Pinhal do Rei, arderam 9 480.

Veja mais vídeos PÚBLICO 360º.