Nome do Benfica na história do Manchester United

Na final infeliz de Wembley da Taça dos Campeões Europeus os "encarnados" foram goleados no prolongamento

Benfica teve confrontos históricos com o United
Foto
Benfica teve confrontos históricos com o United LUSA/ANDY RAIN

O nome do Benfica aparece algumas vezes ligado à história do Manchester United. Dez anos depois do terrível desastre de aviação em Munique que dizimou mais de metade da equipa, os ingleses foram campeões europeus, os primeiros da Inglaterra (1967-68). Os chamados Busby Babes bateram os “encarnados” e materializavam o sonho do mítico técnico Matt Busby e a promessa de Bobby Charlton, os dois sobreviventes da tragédia de 1958.

A equipa benfiquista capitaneada por Mário Coluna levava mais cinco companheiros que tinham brilhado dois anos antes em Inglaterra com a selecção portuguesa no campeonato do mundo e entre eles o inesquecível Eusébio sempre muito respeitado em terras britânicas. O Benfica perdeu a final mas foi um adversário à altura em momento tão solene dos red devils.

Já com os 90 minutos à vista, Eusébio poderia ter marcado um golo que teria evitado o prolongamento fatal. Coisa impensável nos nossos dias: na sua simplicidade foi cumprimentar o guarda-redes Stepney pela grande defesa que fez.

Completamente exaustos depois de um jogo muito intenso, com golos de Kidd e Jaime Graça, os portugueses acabaram por quebrar depois de três inesperados golpes. Em seis minutos construiu-se um resultado que tinha pouco a ver com a globalidade daquilo que foi o jogo.

O final chegou com choro de Bobby Charlton e de Eusébio que partilhava uma dupla emoção: a oportunidade perdida que teria dado outro rumo ao currículo benfiquista e a derrota por 4-1, claramente exagerada.

Mas não há só más recordações deste relacionamento do Benfica com o Manchester United. No tempo de Jorge Jesus a equipa foi a Old Trafford buscar um ponto noutro jogo de campeões europeus. Phil Jones ofereceu o primeiro golo aos 3’ e Aimar o fez o segundo virando o jogo de pernas para o ar.  Foi a primeira vez que os “encarnados” saíram de Old Trafford sem perder depois das derrotas de 1966, 2005 e 2006.     

Sugerir correcção