Prémio Francisco George vai dar cinco mil euros ao melhor trabalho de saúde pública

O anúncio da abertura oficial das candidaturas ao Prémio acontece no dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde.

Foto
Miguel Manso

A Direcção-Geral de Saúde (DGS) vai premiar os melhores trabalhos na área da saúde pública. O Prémio de Saúde Pública Francisco George vai atribuir todos os anos cinco mil euros aos autores do melhor estudo de investigação na área, anunciou esta sexta-feira Alexandre Vieira Abrantes, professor da Escola Nacional de Saúde Pública, que irá presidir o júri responsável pela avaliação dos trabalhos candidatos.

As candidaturas vão decorrer de 1 de Junho a 31 de Agosto e o formulário estará disponível no site da Secretaria-Geral do Ministério da Saúde. O júri composto por três pessoas vai avaliar os trabalhos consoante a sua "originalidade, relevância e aplicabilidade na saúde pública", destacou Alexandre Vieira Abrantes, no decorrer da cerimónia que marcou o último dia de Francisco George à frente da DGS. Para além de Vieira Abrantes, fará parte do júri Sérgio David Lourenço Gomes, da DGS e mestre em Ciências da Enfermagem, e Sílvia Cristina Ribeiro Silva, técnica de saúde ambiental da Administração Regional de Saúde do Norte.

Para além do vencedor, serão distinguidas duas menções honrosas. O anúncio da abertura oficial das candidaturas ao Prémio acontece no dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde.