Torne-se perito

Quatro escritores portugueses entre os dez finalistas do Prémio Oceanos

Na terça-feira, um júri formado por dois portugueses e oito brasileiros seleccionou os dez livros que concorrem ao prémio literário que será atribuído a 7 de Dezembro.

Foto
A reunião do júri no Brasil nesta terça-feira André Seiti- Itaú Cultura

 Maria Teresa Horta, Helder Moura Pereira, Ana Teresa Pereira e Ana Margarida de Carvalho estão entre os dez finalistas do Oceanos - Prémio de Literatura em Língua Portuguesa, organizado pelo Itaú Cultural, no Brasil e que será atribuído a 7 de Dezembro. Além destes quatro portugueses, estão na final também os autores brasileiros Bernardo Carvalho, Elvira Vigna, Sérgio Sant'Anna, Silviano Santiago, Verônica Stigger e Victor Heringer.

 A selecção foi realizada na terça-feira, por um júri formado por dois portugueses (a poeta Ana Mafalda Leite e o crítico literário do PÚBLICO, António Guerreiro) e oito brasileiros (as ensaístas Beatriz Resende, Eliane Robert Moraes e Mirna Queiroz, a escritora Maria Esther Maciel, a tradutora e editora Heloisa Jahn e os poetas Eucanaã Ferraz, Ricardo Aleixo e Sérgio Alcides).

 Os dez eleitos — dois livros de poesia portuguesa, dois romances portugueses, quatro romances brasileiros e dois livros de contos brasileiros (um deles mesclando narrativa, dramaturgia e poesia) —  foram escolhidos a partir de uma lista de 51 semifinalistas.

Este ano, o prémio passou a contemplar obras publicadas em todos os países lusófonos e teve 1.215 livros inscritos na sua primeira fase, todos eles com primeira edição em 2016.

A poeta, ficcionista, jornalista e activista Maria Teresa Horta concorre ao prémio Oceanos com o livro de poesia Anunciações e o poeta, professor e tradutor  Helder Moura Pereira concorre ao prémio com a obra Golpe de teatro.

A romancista Ana Teresa Pereira é finalista do Oceanos com o romance Karen e Ana Margarida de Carvalho concorre com a obra Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato, o seu segundo romance.

O brasileiro Bernardo Carvalho concorre ao prémio com o romance Simpatia pelo demônio. A escritora brasileira Elvira Vigna, que morreu em Julho passado, teve o romance Como se estivéssemos em palimpsesto de putas inscrito antes da sua morte e está entre os finalistas. Sérgio Sant'Anna, que nasceu no Rio de Janeiro e recebeu quatro vezes o prémio Jabuti, mais recentemente pelos contos de O voo da madrugada (2003), vencedor ainda do prémio APCA e do Portugal Telecom, concorre com o livro de contos O conto zero e outras histórias. Silviano Santiago que também vive no Rio de Janeiro é finalista do Oceanos com o romance Machado. Verônica Stigger nasceu em 1973, em Porto Alegre, concorre com Sul (contos/ teatro/ poesia) e Victor Heringer é finalista do Oceanos com o romance O amor dos homens avulsos. 

O prémio Oceanos, que cumpre a terceira edição, depois da extinção do Prémio Portugal Telecom, distingue as melhores obras de escritores lusófonos.

O vencedor receberá 100 mil reais (26,9 mil euros); o segundo colocado, 60 mil reais (16 mil euros); o terceiro, 40 mil reais (10,7 mil euros) e o quarto, 30 mil reais (8 mil euros), sendo que livros de diferentes géneros literários concorrem ao prémio entre si.

Sugerir correcção