Acusada (de novo) de racismo, Dove retira publicidade a gel de banho

Anúncio a gel de banho começava com uma mulher negra, que se transformava em branca. Marca retirou publicidade das redes sociais nos Estados Unidos.

O <i>post</i> que Naomi Blake publicou no Facebook
Foto
O post que Naomi Blake publicou no Facebook DR

Ups, Dove did it again… O anúncio tem três escassos segundos mas as primeiras imagens foram suficientes para envolver a marca Dove numa nova polémica com acusações racistas à mistura. Na publicidade concebida para as redes sociais, uma mulher de pele negra despe uma t-shirt castanha e no seu lugar aparece outra mulher, de t-shirt e pele claras. Que, por sua vez, dá origem a uma terceira mulher, desta vez com traços asiáticos.

As críticas de que a marca de cosmética, em especial de produtos de banho, estaria a querer passar a imagem de que com o seu gel de banho as mulheres ficam com um ar mais branco e lavado não se fizeram esperar e a publicidade passou a ser acusada de potenciar o racismo.

PÚBLICO -
Foto

Já em 2011, a marca fora acusada de discriminação racial com outra publicidade em que usava três mulheres, uma delas de pele mais escura. Na altura, promovia um gel de banho que prometia uma "pele mais bela em apenas uma semana". O problema é que por cima da mulher de cor de pele mais escura aparecia a palavra "before" e da mais clara a palavra "after".

Desta vez, houve mesmo quem fizesse a analogia com o anúncio, quase com cem anos, do sabonete Fairy, em que uma criança loira pergunta a outra negra “Por que é que a tua mãe não te lava com sabão Fairy?” De tal forma que a Dove decidiu retirar o anúncio e reagiu no Twitter. “Uma imagem que colocámos recentemente no Facebook falhou no objectivo de representar positivamente as mulheres de cor. Lamentamos profundamente a ofensa que causou”, tentou justificar-se a marca na mesma rede social, de onde entretanto já retirou a campanha.

Mas nada desaparece do mundo digital e a maquilhadora profissional Naomi Blake conhecida por Naythemua, deu gás à polémica, partilhando os frames da publicidade na sua página. “Minha gente de cor, vamos jogar um jogo. Mostrem isto aos vossos filhos, sobrinhos ou irmãos mais novos… não digam mais nada a não ser que isto é um anúncio sobre sabão… perguntem-lhes o que a rapariga negra está a fazer e o que representa para eles o vídeo e escrevam as vossas respostas aqui em baixo (vão ficar surpresos)”. As respostas de que se tratava de racismo não se fizeram esperar e até houve mesmo quem sugerisse um boicote aos produtos da marca.

A resposta da Dove, que a maquilhadora “tagou” no seu post, também não demorou. “O conteúdo do anúncio pretendia demonstrar os benefícios do nosso gel de banho para todos os tipos de pele. Oferece uma limpeza 100% suave, é livre de sulfatos e é a primeira recomendação dos dermatologistas. Estamos comprometidos em representar a beleza de todas as idades, etnias, formas e tamanhos e em ouvir as necessidades de todas as mulheres para criar excelentes produtos”, retorquiu a empresa no comentário de Naythemua.

Mas a empresa veio entretanto explicar-se ao mercado, dizendo que o vídeo “não representa a diversidade da beleza real - que é algo que apaixona a Dove e que é fundamental para nós – e isso não devia ter acontecido. Já removemos o post e não publicaremos mais nenhum conteúdo relacionado. Pedimos as nossas mais sinceras desculpas pelas ofensas causadas.” 

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações