Três militares dos EUA mortos em emboscada no Níger

Tratam-se das primeiras vítimas norte-americanas numa missão de capacitação e assistência das Forças Especiais dos Estados Unidos às forças armadas nigerianas.

Foto
Reuters/STRINGER

Três membros das forças especiais do exército dos Estados Unidos morreram esta quarta-feira e outros dois ficaram feridos numa emboscada no Níger, enquanto estavam a fazer patrulhas de rotina naquela nação africana, informou a imprensa norte-americana.

“Podemos confirmar as informações de que a patrulha conjunta dos Estados Unidos e do Níger esteve debaixo de fogo hostil no sudoeste do Níger”, disse o comandante Anthony Falvo, porta-voz do Comando Africano dos EUA ao jornal New York Times.

O incidente teve lugar a 190 quilómetros a norte de Niamey, a capital do Níger, perto da fronteira do Mali, onde militantes da Al-Qaida no Magrebe islâmico, uma filial da Al-Qaeda, levaram a cabo incursões transfronteiriças.

Estas são as primeiras vítimas norte-americanas numa missão de capacitação e assistência das Forças Especiais dos Estados Unidos às forças armadas nigerianas.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders,disse à imprensa que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já foi informado do incidente.