Contagem decrescente para o 18 de Novembro

Programa que antecipa a inauguração da Casa da Arquitectura, em Matosinhos, continua a mostrar obras de arquitectos portugueses fora do país.

Manuel Aires Mateus (à esq.) conversa com o crítico Marc Dubois
Foto
Manuel Aires Mateus (à esq.) conversa com o crítico Marc Dubois Cortesia: Casa da Arquitectura

O auditório praticamente lotado de estudantes para ouvir Manuel Aires Mateus explicar o projecto da Faculdade de Arquitectura de Tournai encheu de contentamento a equipa da Casa da Arquitectura (CA), que levou à Bélgica o arquitecto português e, com ele, mais um acto do programa Please Share com que vem anunciando a inauguração da sua nova sede em Matosinhos, na reconvertida fábrica da Real Vinícola, marcada para o fim-de-semana de 18 de Novembro.

Em Tournai, Carla Barros, coordenadora do projecto – acompanhada por Alice Prata, produtora –, fez uma breve apresentação da Casa, “aliciando” os alunos a visitá-la logo que possível. Até à data da inauguração, o segundo acto, Out There, terá uma terceira visita a obras de arquitectos portugueses fora do país: a Casa del Parco, de Gonçalo Byrne, na comuna italiana de Jesolo, perto de Veneza (12 e 13 de Outubro), novamente com a presença do autor. Em Novembro, em simultâneo com a exposição inaugural Poder Arquitectura (comissários: Jorge Carvalho, Pedro Bandeira e Ricardo Carvalho), começarão os dois últimos actos de Please Share: Indoor e Influence, dois ciclos de conferências com arquitectos representados naquela mostra e outros convidados a debater tudo o que gira em volta da arquitectura.

O PÚBLICO viajou a convite da Casa da Arquitectura