Furacão Maria deixou Porto Rico sem electricidade

Tempestade terá causado pelo menos um morto na ilha. Furacão encaminha-se para a República Dominicana e para as Ilhas Turcas e Caicos.

Fotogaleria
Reuters/CARLOS GARCIA RAWLINS
Fotogaleria
Reuters/SOCIAL MEDIA
Fotogaleria
Reuters/CARLOS GARCIA RAWLINS
Fotogaleria
Reuters/CARLOS GARCIA RAWLINS
Fotogaleria
LUSA/Orlando Barría

Ao atravessar Porto Rico, o furacão Maria deixou a ilha sem electricidade, afectando cerca de 3,4 milhões de habitantes, que foram aconselhadas pelas autoridades nacionais a resguardar-se dentro das suas casas durante várias horas.

O número de edifícios que ficaram total ou parcialmente destruídos ainda está por determinar. Abner Gómez, responsável da agência nacional de gestão de calamidades, já antecipou um cenário devastador. “Quando pudermos sair às ruas, com toda a certeza iremos encontrar a nossa ilha destruída”, avisou Gómez, citado pelo jornal El Nuevo Dia. A partir de agora é hora de começar a fazer a conta aos danos causados, não havendo ainda relatos detalhados sobre as perdas.

A restituição das comunicações, fez saber o governador Ricardo Rossello, é uma das prioridades. Ao Presidente norte-americano foi pedido que Porto Rico seja declarado área de catástrofe.

Quando atingiu a ilha, a tempestade estava na categoria 4, a segunda mais elevada; depois baixou de intensidade, passando para o grau três. Antes de chegar a Porto Rico havia registo de pelo menos nove mortos provocados pela passagem do Maria pelas Antilhas Menores (ao atravessar Virgens Britânicas, Guadalupe e Dominica). Em Porto Rico, terá causado pelo menos um porto, em Bayamón, segundo o mesmo jornal.

O furacão afastou-se de Porto Rico registando ventos máximos de 185 quilómetros por hora e encaminha-se agora para a República Dominicana e para as Ilhas Turcas e Caicos, de acordo com as informações do Centro Nacional de Furacões dos EUA, em Miami.

Quando a região foi efectada pelo furacão Irma, matou três pessoas em Porto Rico e deixou mais de metade da ilha sem electricidade.