Universidade do Porto bate recorde de alunos estrangeiros e ultrapassa fasquia dos 4 mil

Também este ano lectivo, a instituição regista um maior número de alunos inscritos "com estatuto internacional" (cerca de 400).

NFACTOS / FERNANDO VELUDO/Arquivo
Foto
NFACTOS / FERNANDO VELUDO/Arquivo

A Universidade do Porto vai bater no ano lectivo 2017/2018 o recorde de estudantes estrangeiros, ultrapassando a fasquia dos quatro mil alunos e quase duplicando número de estudantes com estatuto internacional, disse hoje fonte oficial.

"No total, a Universidade do Porto [este ano lectivo 2017/2018], vai ultrapassar os quatro mil alunos estrangeiros. Deve chegar aos 4200 alunos", avançou à Lusa fonte das relações públicas da U.Porto, à margem de uma entrevista telefónica no âmbito da cerimónia de boas-vindas a estudantes internacionais que a U.Porto vai realizar esta quarta-feira na reitoria da instituição.

Também este ano lectivo, a U.Porto regista um maior número de alunos inscritos "com estatuto internacional" (cerca de 400), em relação ao ano passado (200), acrescentou a mesma fonte, referindo que estes estudantes com estatuto internacional podem fazer todo o primeiro ciclo (licenciatura e mestrados integrados) naquela universidade portuguesa".

No primeiro semestre do ano lectivo que agora começa, vão entrar "1452 estudantes internacionais, provenientes de 67 países", para completar um período de estudos no estrangeiro ao abrigo de programas de mobilidade internacional, como o europeu Erasmus+ ou o brasileiro Ciência Sem Fronteiras.

Para os receber, a U.Porto organizou uma cerimónia especial para aqueles estudantes, que vai decorrer na Reitoria da U.Porto, na Praça Gomes Teixeira, aos Leões, a partir das 11h00 com a presença do reitor, Sebastião Feyo de Azevedo, a dar as boas-vindas aos estudantes de mobilidade internacional no Salão Nobre da Reitoria.

Os primeiros estudantes internacionais que a U.Porto recebe neste primeiro semestre chegam de países como África do Sul, Argentina, Cazaquistão, China, Chile, Egipto ou Japão.

Na tabela dos cinco países que mais enviam estudantes para a U.Porto ao abrigo de programas de mobilidade internacional estão o Brasil (525 estudantes), Espanha (181), Itália (158), Alemanha (69) e Polónia (64).

A estes 1452 novos estudantes em mobilidade internacional, somam-se ainda o cerca de 2000 estudantes estrangeiros de grau da U.Porto que estão já na universidade a realizar um curso completo. Até ao final do ano lectivo, a Universidade do Porto espera acolher no total mais de 4000 estudantes e investigadores internacionais, o que representa já perto de 14% do número total de estudantes da instituição.

A U.Porto preencheu este ano, na primeira fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior, a totalidade das suas vagas 4185 vagas, dominando a lista dos cursos com as médias mais altas de entrada e contando com sete dos 15 cursos superiores que registaram a maior nota de acesso em Portugal.

A instituição de ensino superior teve, este ano, "quase o dobro dos candidatos para as vagas que estavam disponíveis em primeira opção", disse no início desta semana o reitor da U.Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, durante a cerimónia de boas-vindas a mais de quatro mil novos estudantes daquela instituição universitária. 

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações