Mural “Louvor da Vivacidade” completa rota do azulejo da Avenida Infante Santo

Diogo Machado foi o artista escolhido para a criação do mural que e, para o artista, é um tributo aos criadores dos murais já existentes.

Fotogaleria
Mário Lopes Pereira
Fotogaleria
Mário Lopes Pereira
Fotogaleria
Mário Lopes Pereira
Fotogaleria
Mário Lopes Pereira
Fotogaleria
Mário Lopes Pereira

Na última escadaria da Avenida Infante Santo não preenchida por azulejos nasceu o mural “Louvor da Vivacidade”. Em resposta ao desafio lançado pela Junta de Freguesia da Estrela, o artista plástico Add Fuel elaborou um painel cerâmico com cerca de 200 metros quadrados, colocado junto ao edifício número 46. O mural será inaugurado nesta quarta-feira.

O projecto, anunciado a 6 de Maio, Dia Nacional do Azulejo, surge de um desafio da junta ao artista plástico Diogo Machado, mais conhecido como Add Fuel. O mural completa a Rota do Azulejo da Avenida Infante Santo, que conta já com trabalhos de Maria Keil, Eduardo Nery, Júlio Pomar e Alice Jorge, de Sá Nogueira e Carlos Botelho.

Lara Seixo Rodrigues, responsável pela curadoria do projecto, da empresa Mistaker Maker, explicou ao PÚBLICO que, ao descer a Avenida Infante Santo, apercebeu-se que uma das escadarias se encontrava livre. Reuniu com a junta e propôs o encerramento da rota dos azulejos preenchendo-se com um novo mural este espaço vazio.

O processo começou há mais de um ano. No mural foi usada a mesma técnica do stencil utilizada em outros murais de Diogo Machado como “Antiga Mente Nova”, no LX Factory, e “Tem Sempre Encanto”, em Coimbra.

“Uma coisa que era para ser mais simples tornou-se em algo mais complexo”, explica Add Fuel ao PÚBLICO. O que começou por ser um mural pintado será afinal um painel de cerâmica. “Fazia todo o sentido fazer algo mais ambicioso naquele local do que uma simples pintura”.

Diogo Machado refere que o seu mural é uma forma de “prestar um tributo aos artistas que já estão expostos na Avenida Infante Santo”. Assim, escolheu detalhes dessas obras que na sua opinião se destacavam e a partir daí elaborou este tributo.

O projecto da junta da Estrela é co-produzido pela Mistaker Maker, associação que se dedica a promover a produção e promoção de trabalhos relacionados com a arte contemporânea. Conta com o apoio da Revigres, empresa de revestimentos cerâmicos, e o apoio institucional do Museu Nacional do Azulejo e do PISAL — Programa de Investigação e Salvaguarda do Azulejo em Lisboa.

No portfólio do artista constam trabalhos como o mural criado para o Festival Walk&Talk, em Ponta Delgada. Diogo Machado já apresentou alguns trabalhos noutros países, como em Inglaterra e França. Fora da área da arte urbana, Add Fuel é também ilustrador, com trabalhos feitos para o Nos Alive, MTV e Nike.     

A Avenida Infante Santo contém cinco murais de azulejos, sendo o de Add Fuel o sexto e último mural. A divulgação do painel cerâmico “Louvor da Vivacidade” será feita nesta quarta-feira, às 18h.

Texto editado por Ana Fernandes