A chegar às Caraíbas, furacão Maria atinge o nível 4

Furacão é agora considerado "extremamente perigoso" e pode continuar a ganhar força nas próximas horas

Imagem de satélite da NASA do furacão <i>Maria</i>
Foto
Imagem de satélite da NASA do furacão Maria Reuters/NASA

O furacão Maria ganhou força e atinge agora a categoria quatro numa escala de cinco, tornando-se "extremamente perigoso" para as Caraíbas, anunciou o Centro Nacional de Furações (NHC), em Miami.

O NHC refere que o furacão está a aumentar a sua intensidade à medida em que se aproxima de terra, estando a 70 quilómetros a sudeste de Dominica e a 55 quilómetros a nordeste de Martinica. "O olho e o coração do furacão devem passar perto de Dominica nas próximas horas", disse o NHC no seu boletim de previsão, referindo que são esperados ventos com uma velocidade máxima de 215 quilómetros/hora.

O NHC admitiu ainda que o furação Maria possa continuar a ganhar força nas próximas horas e atinja a categoria cinco. Já foram emitidos avisos de furacão em Porto Rico, Guadalupe, Dominica, St. Kitts, Nevis, Montserrat e Martinica.

Entretanto, as autoridades da região francesa de Guadalupe ordenaram a evacuação das zonas de risco. "O autarca emitiu um decreto que proíbe qualquer pessoa de entrar e ficar em áreas identificadas de risco para cada município do arquipélago. Esses riscos dizem respeito a inundações, submersões e deslizamentos de terra", refere em comunicado.