Perda de pontos na carta só para 3% dos condutores multados

Carta por pontos entrou em vigor em Junho de 2016.

Foto
Quatrocentos mil condutores foram apanhados a cometer infracções Paulo Pimenta

Só 3% dos condutores que foram multados, entre Junho de 2016 e Junho de 2017, tiveram pontos descontados na carta. Este é o balanço feito pelo Jornal de Notícias no primeiro ano da entrada em vigor da carta por pontos.

Os pontos devem ser descontados quando os condutores são apanhados a cometer infracções graves e muito graves. Dados avançados pelas forças de segurança ao JN dão conta que, desde Junho de 2016, houve 400.000 condutores apanhados naquelas situações, sendo que só 14.000 perderam pontos.

“Parece que o sistema não está a funcionar”, comentou o presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, José Trigoso, acrescentando que, por isso, “as pessoas estão a perceber que há um clima de impunidade”.

A morosidade do sistema é uma das razões apontadas pelo presidente da PRP para os fracos resultados obtidos. O excesso de velocidade, uso do telemóvel durante a condução e excesso de álcool são as contra-ordenações que mais têm contribuído para os automobilistas perderem pontos na carta de condução.