Autoeuropa produziu cerca de 18 vezes mais em Agosto

No mês marcado pelo início da produção do novo modelo T-Roc, e da greve de 24 horas, a fábrica de Palmela representou 72,5% do total da produção automóvel em Portugal

Daniel Rocha
Foto
Daniel Rocha

A fábrica da Autoeuropa, em Palmela, produziu 6.241 automóveis em Agosto, aproximadamente 18 vezes mais (mais 1.683,1%) do que no mesmo mês de 2016, segundo a Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP).

No mês marcado pelo início da produção do novo modelo, o T-Roc, e apesar da greve de 24 horas a 30 de Agosto, a fábrica do grupo Volkswagen produziu 6.241 ligeiros de passageiros, o que representou 72,5% do total da produção automóvel em Portugal.

Em Agosto de 2016 foram produzidos 350 veículos, numa altura de paragem de verão na unidade industrial de Palmela. Este ano, a paragem decorreu na última semana de Junho e na primeira de Julho.

A ACAP divulgou esta quinta-feira terem sido produzidos 8.610 unidades em Agosto em Portugal, num crescimento homólogo de 211%.

No acumulado de Janeiro a Agosto, a fábrica de Palmela tem um registo de 59.296 viaturas produzidas, o que traduz um crescimento de 3,5%. O acumulado de toda a indústria automóvel em Portugal é de 102.314 viaturas nos primeiros oito meses do ano, numa subida de 5,3%.

Por marcas e no segmento da produção de ligeiros de passageiros, em agosto, a Volkswagen somou 4.480 viaturas (+1.983,7%), a Citroen 207 (-14,8%), a Seat 1.761 unidades (+1.204,4%) e a Peugeot 349 (-24,6%).

Em Agosto, a Peugeut Citroen registou uma queda na produção de 8,6% para 1.992 unidades, somando no acumulado do ano uma evolução positiva de 2,4% para 34.927 veículos.

A Mitsubishi Fuso Truck Europe contabilizou 377 veículos produzidos (+58,4%) e no acumulado do ano 6.620 unidades (+50,1%).

A Toyota Caetano não registou produção em agosto, tendo no total acumulado 1.471 veículos produzidos em Portugal (+7,8%).

Nos comerciais ligeiros, a Citroen produziu 778 veículos (-7%), Peugeot 658 (+3,3%), a Mitsubishi 151 (+30,2%).

A Mitsubishi produziu ainda 226 veículos pesados (+85,2%).