Dezenas de edifícios evacuados em Moscovo devido a ameaças de bomba

Não há notícia de que qualquer engenho explosivo tenha sido encontrado.

Reuters/SERGEI KARPUKHIN/Arquivo
Foto
Reuters/SERGEI KARPUKHIN/Arquivo

As autoridades russas evacuaram dezenas de edificios em Moscovo esta quarta-feira depois de uma série de ameaça de bomba feitas através de telefonemas anónimos, noticia a agência de notícias russa RIA, por sua vez citada pela Reuters.

Três das principais estações ferroviárias da cidade foram alvo de buscas, bem como mais de 20 edifícios no centro da capital russa. 

Também a famosa galeria comercial GUM, localizada junto à Praça Vermelha, foi encerrada pelo que a gerência diz terem sido "razões técnicas”. No local, um repórter de imagem da Reuters disse ter visto agentes das forças de segurança a inspeccionarem o edifício com recurso a cães pisteiros.

Até ao momento, não há notícia de que qualquer engenho explosivo tenha sido encontrado.

As operações de segurança desta quarta-feira seguem-se a vários dias de ameaças de bomba um pouco por toda a Rússia, com a RIA a indicar falsos alarmes em mais de 20 cidades.

A agência noticiosa russa indica que muitos dos telefonemas terão tido origem na Ucrânia. O Governo russo não comenta os incidentes.