Crowdfunding social no Facebook chega à Europa

A novidade chega a Portugal em Outubro. O objectivo é ajudar organizações sem fins lucrativos a angariar dinheiro directamente do Facebook através de páginas e botões específicos.

Para evitar um uso abusivo das doações, o Facebook obriga ao pagamento de uma pequena taxa
Foto
Para evitar um uso abusivo das doações, o Facebook obriga ao pagamento de uma pequena taxa Reuters/BECK DIEFENBACH

A partir desta terça-feira, o Facebook vai permitir que organizações sem fins lucrativos em alguns países europeus criem uma página na rede social para angariar dinheiro para as suas causas. É um sistema usado nos Estados Unidos desde 2015, muito semelhante a plataformas de crowdfunding que servem especificamente para enviar donativos (o Crowdrise é um exemplo).

A novidade do Facebook abrange 16 países mas só chega a Portugal em Outubro. Os primeiros testes europeus do sistema incluem o Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha e Espanha. O objectivo é facilitar o processo de doar dinheiro a uma boa causa, sem ter de sair do Facebook. Passa a ser possível doar directamente na página de uma organização, ou em botões próprios que aparecem em publicações ou vídeos ao vivo dessas páginas. Para evitar um uso abusivo das doações, o Facebook restringe o sistema a indivíduos e páginas verificadas pela rede social e obriga ao pagamento de uma pequena taxa (5%, na Europa) para evitar fraude e cobrir o processo do pagamento.

Ainda assim, a versão inicial do projecto tem sido um sucesso: “Actualmente, existem mais de 750 mil organizações sem fins lucrativos nos Estados Unidos a quem os utilizadores norte-americanos podem doar dinheiro – e têm angariado milhões para causas relacionadas com desastres, o meio ambiente e a educação”, lê-se no comunicado do Facebook sobre a novidade, publicado esta terça-feira.

Por exemplo, a transmissão ao vivo do concerto solidário da cantora Ariana Grande, para homenagear as vítimas do ataque terrorista em Manchester, levou a que mais de 22 mil pessoas nos Estados Unidos enviassem dinheiro através do botão de doações do Facebook live.