Incêndio na Sertã dado como dominado

Mais de 700 bombeiros continuam no terreno. Fogo continua a lavrar em Proença-a-Nova.

Foto
As chamas lavraram com grande intensidade na tarde de sábado no concelho da Sertã RAFAEL MARCHANTE/Reuters

O incêndio que deflagrou sexta-feira no concelho da Sertã foi dado como dominado durante esta manhã. Ao todo, 745 operacionais, apoiados por 253veículos e quatro aeronaves, continuam no terreno.

As chamas, que deflagraram sexta-feira numa zona de floresta, obrigaram na tarde de sábado a um novo corte do IC8, entre os nós de Várzea de Cavaleiros e Maljoga, mas a circulação foi reaberta durante a madrugada. Segundo o site da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), a situação era mais calma ao amanhecer, restando então apenas uma frente activa. 

No sábado, com o vento a soprar forte, as chamas aproximaram-se das aldeias de Ribeira da Várzea, Póvoa da Várzea, Hortas e Vale do Pereiro, tendo consumido alguns anexos e um armazém de uma empresa, e obrigaram à dispersão de meios. “Não há limpeza à volta das casas e das instalações, a mata entra pelas aldeias”, lamentou o comandante da ANPC, Paulo Santos, em declarações à Lusa, afirmando que o combate ao fogo estava a ser “bastante complexo”.

No distrito de Castelo Branco continua activo um incêndio que deflagrou ao início da noite de sábado em Proença-a-Nova, estando a ser combatido por 183 bombeiros, apoiados por 45 veículos e dez aeronaves.