Pixabay
Foto
Pixabay

Envia um SOS e põe toda a gente à procura do teu animal de companhia

Basta uma notificação com um alerta de SOS para pôr todos os utilizadores da Pet Finder, num raio de 60 quilómetros, a ajudarem-te a encontrares o teu animal de estimação. Aplicação é portuguesa e gratuita

João Machado e Valério Esteves são dois engenheiros informáticos de Coimbra com animais de estimação. Este último facto não seria relevante se não tivessem sido estes — um cão e três gatos — a inspirar a Pet Finder SOS, uma aplicação que "facilita a procura de um animal de estimação perdido, com uma simples notificação".

O objectivo é enviar um pedido de ajuda e pôr todos os utilizadores da app, que se encontrem nas imediações do local, à procura. Isto porque todos os utilizadores registados que estejam num raio de 60 quilómetros vão receber um alerta, com uma descrição detalhada do animal desaparecido. “A ideia é que alguém que esteja simplesmente a tomar café numa esplanada receba uma notificação com um SOS”, explica Valério Esteves, e, caso não o consiga recolher, “possa enviar as coordenadas ou marcar no mapa o sítio onde o viu”. O dono recebe, assim, uma notificação com a localização exacta do último avistamento.

A possibilidade de ter “informação em tempo real” através de mensagens instantâneas, construir um perfil próprio e de registar as pegadas pelo mapa são as principais vantagens da aplicação, enumeram os criadores. “Existem inúmeros grupos nas redes sociais de divulgação de animais perdidos, mas tornam-se muito confusos”, dizem. Com a ajuda da associação Agir pelos Animais, também de Coimbra, os engenheiros da Bind Up Technologies identificaram as principais deficiências em portais online (como o Encontra-me.org e o FindMyPet, da Ordem dos Médicos Veterinários) e criaram a aplicação que faz lembrar a caça aos Pokemons — mas que pode ter um final ainda mais feliz.

PÚBLICO -
Foto
A aplicação é gratuita e está disponível para iOS e Android. Já foi descarregada perto de 5000 vezes DR

A Pet Finder SOS está disponível em seis línguas (português de Portugal e do Brasil, francês, inglês, castelhano, italiano e alemão). Nos Estados Unidos — um dos países com mais utilizadores da app — já foram encontrados alguns animais com recurso à Pet Finder SOS. Em Portugal, Setúbal é a zona com mais registos de sucesso. O objectivo é aumentar o número de pessoas registadas já que, como avisam, “a app é muito útil, mas tem de ter uma grande rede de utilizadores”.

Para isso, está a ser preparada uma actualização que, além de incorporar novas funcionalidades, vai tornar a interface do utilizador mais atractiva, garantem os criadores da aplicação. Em breve vai ser possível o registo através de redes sociais (por agora só está disponível o Facebook) e identificar animais perdidos no mapa sem estar registado na aplicação.

A app está disponível, gratuitamente, na App Store e na Google Play e, até agora, conta cerca de 5000 downloads