Inês Henriques e o título mundial: “A maior vitória foi as mulheres estarem aqui”

Atleta ganhou a medalha de ouro na primeira prova de 50km marcha femininos.

LUSA/FACUNDO ARRIZABALAGA
Foto
LUSA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Inês Henriques fez história neste domingo em Londres, ao tornar-se na primeira campeã mundial de 50km marcha. A marcadora portuguesa conquistou a medalha de ouro com um novo recorde mundial, o primeiro destes Mundiais de atletismo em Londres, e destacou este título como uma vitória das mulheres.

“Isto é um marco histórico para as mulheres e para os 50km marcha. Espero que mais mulheres façam 50km para que possa estar nos Jogos Olímpicos. Demonstrámos que as mulheres podem ter marcas de bom nível”, disse a portuguesa após a prova.

“É daquelas coisas que eu nem sei como é que consigo. É a recompensa de 25 anos de trabalho, do meu trabalho e do meu treinador Jorge Miguel, da minha equipa, do meu clube de Rio Maior, da federação, da minha equipa. Os últimos quatro quilómetros foram muito duros. Comecei a fazer contas, ‘só tens de acabar’, e não podia fazer muito mais esforço. Foi gerir até ao fim”, acrescentou a atleta portuguesa, a primeira de um reduzido pelotão de sete que iniciaram a prova