Hackers de A Guerra dos Tronos querem milhões em bitcoins

Quarto episódio foi partilhado na Internet antes da sua estreia. Piratas prometem mais e pedem seis milhões de dólares à HBO.

Daenerys Targaryen, personagem de <i>A Guerra dos Tronos</i>
Foto
Daenerys Targaryen, personagem de A Guerra dos Tronos HBO

Os hackers que atacaram o canal norte-americano HBO e que divulgaram de forma ilícita o quarto episódio da sétima temporada da série A Guerra dos Tronos pedem agora milhões de dólares em bitcoins para que não sejam divulgados mais conteúdos. A notícia é avançada pela Associated Press.

A mensagem, dirigida a Richard Plepler, director-executivo da HBO, foi enviada em formato de vídeo. A mensagem, que surge em letras brancas sobre fundo preto, é clara: se a HBO não pagar o equivalente a seis meses do salário dos hackers em bitcoins, irão existir novas divulgações. A quantia? Os piratas informáticos dizem ser cerca de seis milhões de dólares, uma vez que afirmam ganhar entre 12 a 15 milhões de dólares anuais através de chantagem a organizações e empresas que piratearam, escreve a Bloomberg. Mais ainda, os piratas dizem que negoceiam apenas com Richard Plepler e só enviarão "uma carta" com detalhes sobre o pagamento. O vídeo acrescenta ainda que o canal é o 17.º alvo dos piratas e que, até agora, apenas três alvos recusaram pagar, afirmam, sem nomear vítimas.

Além do episódio, foram também roubados guiões, e-mails, documentos e informações referentes à série mais vista de sempre da HBO e a outras produções do canal. Acrescenta a Bloomberg que têm ainda detalhes sobre ofertas de emprego a executivos de topo, planos de negócio e uma lista de contactos com mais quase 38.000 e-mails, bem como e-mails da vice-presidente da programação cinematográfica do canal norte-americano, Leslie Cohen. Nos dados roubados estarão ainda guiões de cinco episódios de A Guerra dos Tronos.

O canal norte-americano, que havia já confirmado o ataque pirata a 1.5 terabytes de dados, voltou a afirmar esta segunda-feira que está a trabalhar com as autoridades e especialistas em segurança na investigação ao ataque. Os responsáveis pelo canal voltaram a afirmar que não acreditam que o servidor de e-mail da HBO esteja totalmente comprometido.

Este não é o primeiro ataque à famosa série. Durante a transmissão da quinta temporada de A Guerra dos Tronos, quatro episódios foram divulgados ilicitamente antes da sua emissão, tornando-a a série mais pirateada de sempre.

A série está agora na sua sétima e penúltima temporada, transmitida em Portugal no canal SyFy.