Vin Diesel pediu e Miami Vice vai voltar

Vin Diesel convenceu a NBC a preparar um reboot da famosa série dos anos 1980.

Vin Diesel é o produtor executivo do <i>reboot</i> de <i>Miami Vice</i>
Foto
Vin Diesel é o produtor executivo do reboot de Miami Vice Reuters/MARIO ANZUONI

Ao longo de cinco anos e temporadas, de 1984 a 1989, Miami Vice acompanhou o dia-a-dia dos detectives James “Sonny” Crockett e Ricardo “Rico” Tubbs a investigar, frequentemente à paisana, o submundo do crime relacionado com drogas e outros vícios à volta da cidade de Miami. Um sucesso, trouxe ao mundo não só a fama de Don Johnson, que fazia de Crockett, das roupas de tons pastel e carros caros que os protagonistas possuíam, mas também uma nova forma de fazer televisão, com um cuidado e uma atenção visual raramente vistas, até então, fora de um ecrã de cinema.

Segundo uma notícia de quarta-feira do The Hollywood Reporter, a NBC está a preparar um reinício da série a época de 2018 a 2019. A ideia partiu de Vin Diesel, que se juntou a Chris Morgan, que escreveu todos os oito filmes da saga Velocidade Furiosa, protagonizada pelo actor, e convenceu a NBC a voltar a este universo. Serão ambos dois dos produtores executivos, estando o guião do episódio-piloto a cargo de Peter Macmanus, de séries como Satisfaction e The Mist.

Ainda não há qualquer informação sobre casting, nem se dois novos actores tomarão os lugares de Don Johnson e Philip Michael Thomas como Crockett e Tubbs ou se a série terá outros protagonistas. O anúncio na senda de uma avalanche de remakesreboots e adaptações: em tempos recentes, filmes como Westworld e Arma Mortífera foram transformados em séries e, este ano, clássicos da televisão como a telenovela Dynasty, as sitcoms Roseanne e Will & Grace também têm regressos agendados, seja com o elenco antigo ou novas caras.

A série original ajudou, e muito, a popularizar em ficção narrativa uma linguagem que vinha dos telediscos da MTV, nascida três anos antes da sua estreia, e a música new wave que ela mostrava ao mundo, também perceptível na banda sonora original de Jan Hammer. O ponto alto do episódio-piloto da série, por exemplo, é uma memorável e altamente estilizada viagem de carro ao som de In the Air Tonight, de Phil Collins, uma das canções mais emblemáticas do som dos anos 1980.

Mais de 15 anos após ter saído do ar, em 2006, Miami Vice deu origem a um óptimo filme com Colin Farrell e Jamie Foxx, realizado pelo produtor executivo da série original, Michael Mann, que tinha em muito contribuído para o aspecto visual e realista da série, e obrigado a que uma boa parte dela fosse realmente filmada em Miami, o que não era – nem é – assim tão comum. A preocupação com o realismo, mais descurada durante as épocas finais da série, bem como os dilemas morais dos protagonistas, foram altamente influentes para as séries policiais (e não só) que vieram a seguir. Esta nova encarnação não terá, em princípio, envolvimento de Mann, hoje um realizador mais conhecido por filmes como O Último dos Moicanos e Heat - Cidade Sob Pressão do que pelo trabalho em televisão.