Opinião

O fim de Julho

Porque não aproveitar o ainda ser Verão? O mal é daquele "ainda". Que bom seria poder aceitar o tempo sem julgá-lo ou medi-lo. E, se possível, continuando vivo ao mesmo tempo. No princípio de Agosto.

A pior maneira de perder tempo - porque nunca adianta - é ter consciência do tempo a passar. Ainda não é Agosto e nós os cronocidas já estamos a dizer "já é Agosto? Que horror! É o último mês inteiro de Verão. No seguinte, que é Setembro, já vem o Outono..."

Se fossemos só pessimistas o agouro consumia-se numa nuvenzinha de fuligem. Mas não: os cronocidas são por natureza dialécticos. Porquê? Fundamentalmente porque é assim que se gasta mais tempo.

Vai a outra vozinha dentro de nós, contestatária (e chata!): "Então? Ainda falta mais de metade do Verão! E, para mais, é a melhor parte. E o Outono será assim tão mau?"

Fazer anos não ajuda. Cada Verão custa um ano de idade: "Queres mais um Verão? Larga mais um ano de vida, se fazes favor". Cada vez tenho menos para gastar, ainda por cima. Quando tinha 8 ou 9 anos tinha comprado 10 só duma vez, se pudesse. Passava dos 8 aos 18 cá com uma pressa...

Hoje a ideia de ter mais 10 anos de um dia para o outro é a pior de sempre. Bem bastam as manhãs em que isso já acontece. A partir dos 19 anos começa o declínio. Isso já toda a gente sabe. O que é muitas vezes escondido é que o declínio começa por ser lento mas vai-se acelerando cada vez mais, como se não descansasse até chegar à meta final que infelizmente não tem mistério nenhum: é a morte.

Porque não aproveitar o ainda ser Verão? O mal é daquele "ainda". Que bom seria poder aceitar o tempo sem julgá-lo ou medi-lo. E, se possível, continuando vivo ao mesmo tempo. No princípio de Agosto.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações