Bohemian Rhapsody, o filme sobre os Queen, vai mesmo avançar

Rami Malek de Mr.Robot será Freddie Mercury.

Foto
Freddy Mercury morreu em Novembro de 1991 DR

Mais de 25 anos depois da morte do insubstituível vocalista Freddie Mercury e de dez anos de incerteza, o filme sobre os Queen vai mesmo avançar – e a pré-produção estará iminente, para dentro de dias, com as filmagens agendadas para Setembro. Rami Malek, rosto da série Mr. Robot, será Mercury e Bryan Singer (Os Suspeitos do Costume, X-Men) será o realizador.

A notícia foi confirmada pela própria banda no seu site, Queen Online, onde voltam a falar do filme como tendo como título Bohemian Rhapsody The Film. Dele fará parte, anunciam ainda no mesmo post, uma sequência que “recriará fielmente” o concerto no Live Aid em 1985.

Sobre o elenco, para já avançou-se apenas o nome de Malek, com o site a citar Brian May e Roger Taylor, dos Queen, e também produtores executivos da música do filme, a elogiar a “óptima presença” do actor e o facto de ele estar “absolutamente dedicado ao projecto. Já está a viver e a respirar completamente o Freddie, o que é maravilhoso”. Nascido Farrokh Bulsara, Mercury morreu em Novembro de 1991 de complicações geradas pela sida.

Recorde-se que parte da história deste biopic de difícil arranque foi a busca pelo seu protagonista, que tinha encontrado corpo em Sacha Baron Cohen até que ele desistiu do projecto em 2013 por desacordos com os restantes Queen. Teriam a ver, segundo a Rolling Stone, com a forma como seriam retratadas cenas mais íntimas da vida de Mercury. Depois de Baron Cohen, entrou em cena Ben Winshaw (Skyfall, Spectre, A Rapariga Dinamarquesa) para ser Freddie Mercury e Dexter Fletcher (Eddie, a Águia) candidatava-se a realizador. Em 2014, também este par caía por terra.

Quem serão May, Taylor e John Deacon está ainda por revelar.