Fernando Pimenta revalida título europeu em K1-1000

O português ainda vai disputar as finais de 500 e 5000 metros, no campeonato a decorrer na Bulgária.

O canoísta tem somado medalhas nas principais competições
Foto
O canoísta tem somado medalhas nas principais competições Darren Whiteside/Reuters

O português Fernando Pimenta revalidou este sábado o título europeu em K1 1000 metros, nos Europeus de canoagem de velocidade, que estão a ser disputados em Plovdiv, na Bulgária.

Pimenta cumpriu a regata em 3.29,032 minutos, deixando o dinamarquês Rene Poulsen e o húngaro Balint Kopasz a 1,080 e 1,304 segundos na segunda e terceira posições.

O português que em Maio conquistou o ouro em K1-1000 na I Taça do Mundo, em Montemor-o-Velho, liderou a regata de Plovdiv desde o início. O espanhol Marcus Walz, medalha de ouro na distância no Rio2016, não foi além do nono lugar na final, a 12,224 segundos de Pimenta.

"Fantástico! Sem duvida que é um grande objetivo cumprido. Não era apenas revalidar titulo, mas uma boa prestação, boas sensações, andar no grupo da frente", disse Pimenta à agência Lusa, momentos após subir ao mais alto lugar do pódio.

"Sabia que havia atletas a arriscar tudo na parte inicial e tinha de ser mais forte. O húngaro e o belga tentaram vir a meu lado para quebrar o ritmo, mas eu impus um ritmo bastante forte. Chegar a metade e sentir que ainda havia energia e geri-la até à parte final foi muito bom. Deu para deixar os adversários aproximarem-se e voltar a subir nos últimos metros. Sem dúvida que é um objectivo e sonho para qualquer atleta nesta especialidade", explicou.

O agora bicampeão europeu de K1 1.000 metros vai tentar revalidar o título continental em K1 5000 metros, no domingo, dia em que vai também disputar a final de K1 500. "Agora quero descansar e recuperar o melhor possível para estar no meu melhor. Após essas duas finais, começamos a trabalhar para o Mundial. Vamos pensar primeiro em conseguir as finais e depois é que podemos sonhar com algo mais", frisou.

O canoísta luso admitiu ter como objectivo um inédito título mundial, na competição a disputar em Racice, na República Checa, entre 23 e 27 de Agosto. "É o sonho de qualquer desportista, mas primeiro é preciso ter os pés bem assentes no chão. O nível da canoagem está muito alto, como se pôde ver hoje nesta final", referiu.

Na sexta-feira, o director técnico nacional de canoagem tinha feito “um balanço extremamente positivo” da estreia nos Europeus da Bulgária, depois das qualificações para cinco finais A e uma B nas sete possíveis. “Destaco os K4 500 em distâncias olímpicas, tal como o K1 1000 do Fernando Pimenta e o K2 500 da Joana Vasconcelos e da Teresa Portela”, afirmou Ricardo Machado.