Câmara de Ourém foi alvo de buscas pela PJ

Foto
daniel rocha

O município de Ourém foi nesta quarta-feira alvo de buscas pela Polícia Judiciária, tendo o executivo prestado toda a colaboração solicitada, revelou a autarquia, em comunicado.

Durante a "intervenção inspectiva" foi "prestada a melhor colaboração, quando solicitada nas diligências concretizadas" e foi "disponibilizada toda a documentação solicitada, como é prática comum em ocasiões análogas", refere a Câmara de Ourém, em comunicado.

"Na circunstância, a presidência da Câmara manifestaria de forma clara e objectiva a sua disponibilidade e bem assim de todos os serviços sob a sua dependência orgânica, no sentido da melhor colaboração futura com as autoridades, se eventualmente solicitada, sempre em função das investigações agora desenvolvidas e das questões que possam, também eventualmente, vir a ser suscitadas", lê-se ainda no comunicado.

Contactado pela Agência Lusa, o presidente da Câmara, Paulo Fonseca, recusou-se a acrescentar qualquer informação, justificando que o assunto se encontra em "segredo de justiça".

Na nota de imprensa, a autarquia salientou ainda que "cabe ao poder político manter total abertura e transparência no apoio à missão das autoridades, contribuindo assim para a manutenção da tranquilidade política neste tempo de férias".