Tiago Madaleno é o vencedor do Prémio Novo Banco Revelação

O artista apresentará Clepsidra, o projecto com que se candidatou ao prémio,numa exposição individual no Museu de Serralves, em Outubro.

Fotogaleria
Pernas, slide a preto e branco de Tiago Madaleno Tiago Madaleno
Fotogaleria
Cabeça, Tiago Madaleno, Tiago Madaleno
Fotogaleria
Torso, frame de vídeo de Tiago Madaleno Tiago Madaleno
Fotogaleria
Torso, frame de vídeo de Tiago Madaleno Tiago Madaleno

Tiago Madaleno é o grande vencedor do Prémio Novo Banco Revelação 2017, revelou a assessoria de imprensa de Serralves em comunicado. Apresentou a concurso o projecto Clepsidra em que se propõe reflectir sobre a relação entre a fotografia e a temporalidade, invocando a presença do corpo no processo de produção das imagens.  

O artista que nasceu em Vila Nova de Gaia em 1992 e se licenciou em pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto vai receber uma bolsa de produção para concretizar este projecto, que apresentará numa exposição individual a inaugurar em Outubro no Museu de Serralves, no Porto.  Aí questionará as condições de visibilidade da fotografia, nomeadamente os processos utilizados para a produzir e o recurso ao índice como ferramenta de trabalho.

O vencedor foi escolhido entre quatro finalistas, seleccionados pelo júri do prémio no passado mês de Junho. Além do vencedor foram finalistas do Prémio os artistas Ana Barata Martins, Diogo Bolota e Henrique Loja.

O júri desta edição do prémio foi presidido por João Ribas, director adjunto e curador do Museu de Serralves e constituído por Andrea Lissoni, curador de vídeo e fotografia da Tate Modern; Alessio Antoniolli, director da Gasworks & Triangle Network ; Ricardo Nicolau, adjunto da direcção e curador do Museu de Serralves e Filipa Loureiro, curadora do Museu de Serralves.

O prémio é uma iniciativa do Novo Banco em parceria com a Fundação de Serralves, e tem como objectivo incentivar a produção e criação artística de jovens talentos portugueses, até 30 anos, na área da fotografia.