Torne-se perito

Tribunal indefere recurso de Platini

"Supremo" suíço ratifica sanção de quatro anos aplicada pelo TAS.

Foto
Denis Balibouse/Reuters

O Supremo Tribunal da Suíça indeferiu esta quinta-feira um recurso apresentado pelo antigo presidente da UEFA Michel Platini contra a suspensão de quatro anos de toda a actividade no futebol mundial com que foi sancionado. A instância judicial suíça considerou que o castigo original, decretado pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), "não é excessivo".

Platini foi suspenso de funções em Maio de 2016, na sequência do escândalo do pagamento de 1,8 milhões de euros em 2011 por suposto trabalho, sem um contrato escrito, de consultadoria pedido por Joseph Blatter (ex-presidente da FIFA) e realizado pelo francês em 2002.

Desde o veredicto do TAS, conhecido em 9 de Maio de 2016, Platini anunciou a sua intenção de "continuar a lutar nos tribunais suíços".

Sugerir correcção