Torne-se perito

A descrição do material roubado em Tancos

264 unidades de explosivo plástico PE4A

Cada carga destas consiste num pequeno cilindro de 200 gramas de plástico moldável. Trata-se de um explosivo militar com uma capacidade de detonação superior ao TNT. Uma carga deste calibre nas mãos de um perito poderia deitar um prédio abaixo. O material pode ser utilizado em detonações em pedreiras.

102 cargas de corte e 30,5 Lâminas KSL ou lâminas explosivas

Mais de uma centena de cargas de corte estão em falta em Tancos. As cargas de corte normalmente são colocadas de forma cirúrgica para rebentar portas blindadas. Método muito utilizado no arrombamento de portas de carrinhas de valores, por exemplo. No uso militar, pode servir para inutilizar infra-estruturas, como por exemplo, cortar carris de comboios. As lâminas também são consideradas material explosivo mas apresentam-se em formato de folhas, que são coladas, por exemplo, numa porta para a rebentar. 

44 granadas foguete anti-carro M72A3 ou Light Anti-tank Weapon (LAW)

Um lança-granadas foguete é um tubo com um metro de comprimento que só pesa dois quilos e é de fácil transporte. O uso das granadas foguete antitanque é simples: estica-se o tubo, que fica quase com o dobro do comprimento, ou seja, dois metros, e coloca-se a mira, põe-se ao ombro e executa-se o disparo. O objectivo militar é a luta anticarro de combate, mas pode ter as mais diversas utilizações. Apesar dos problemas de precisão, as 44 granadas antitanque são especialmente concebidas para abaterem veículos. Actualmente a lança M72A3 é produzida pela Nammo AS na Noruega.

150 granadas de mão ofensivas e 18 granadas de gás lacrimogénio

Segundo o El Español, foram roubadas em Tancos 90 granadas de mão ofensivas M321, 30 granadas de mão ofensivas M962 e 30 granadas de mão ofensivas M321 (em corte, para instrução). São modelos diferentes do mesmo tipo de arma. Estas não são granadas defensivas, usadas com o objectivo de matar com estilhaços de ferro. As granadas ofensivas têm um efeito de sopro e não o objectivo de espalhar estilhaços. Estas granadas fazem muito barulho e podem causar danos irreversíveis nos tímpanos. Também terão sido roubados três modelos diferentes de granadas de gás lacrimogéneo como as usadas pelas forças policiais para dispersar multidões. Pode não ser uma arma letal, mas depende da forma de utilização. 

Material diverso para fabricar bombas ou armadilhas e munições para armas

Foram roubadas 22 bobinas de fio para activação por tracção, que consistem em fios de metal finos que servem para fazer armadilhas. O El Español faz referência ao desaparecimento de “um disparador de descompressão” e 24 “disparadores de tracção lateral multidimensional inerte” (os que estão ligados aos fios de activação).Menciona também que foram roubados 60 “iniciadores IKS”. Os disparadores activam a detonação e os iniciadores são um material que associado aos disparadores fazem explodir o plástico. Também 1450 cartuchos de 9 mm desapareceram (9 mm é um dos calibres mais utilizados quer em pistolas de polícias como de militares). 

Sugerir correcção