Mulher indiana atacada cinco vezes com ácido

Em 2015 as autoridades registaram 300 ataques. A maioria das vítimas são mulheres.

Foto
Vítima encontrava-se sob protecção policial devido aos anteriores ataques MUNIR UZ ZAMAN

Uma mulher indiana de 35 anos foi atacada cinco vezes com ácido num periodo de nove anos. O mais recente ataque ocorreu num hostel em Lucknow, capital do estado do Uttar Pradesh, onde a vítima se encontrava quando um homem lhe lançou ácido para o rosto e ombros. O atacante está em fuga.

Devido aos ataques anteriores, a mulher estava sob protecção, mas o polícia armado que a vigiava tinha sido impedido de entrar no hostel só para mulheres, diz o Guardian.

Em 2008, a mulher foi vítima de uma violação colectiva seguida de um ataque de ácido. Em causa estava a disputa por uma propriedade. Em 2012 e 2013 foi atacada mais duas vezes. Em Março deste ano, terá sido forçada a beber ácido quando fazia uma viagem de comboio acompanhada pelas filhas. Os dois agressores estiveram em prisão preventiva até Abril, mas foram libertados sob caução.

As autoridades dizem que em 2015 houve 300 ataques com ácido — dois anos antes, o país adoptou leis austeras sobre este género de ataques, proibindo a venda de ácido ao público. Ainda assim, o grande número de agressões continuou e as mulheres são as principais vítimas.