Nova administração da CP entra em funções

Carlos Nogueira substitui nesta sexta-feira Manuel Queiró na administração da CP

Foto
FERNANDO VELUDO / NFACTOS

Entra nesta sexta-feira em funções a nova administração da CP, presidida por Carlos Gomes Nogueira e que tem como vogais Sérgio Abrantes Machado e Santos Malhó.

Manuel Queiró, que saiu na quinta-feira, foi o presidente da CP com mais tempo na administração após o fim do mandato (18 meses). Foi também um dos administradores mais consensuais na empresa tendo conseguido a paz laboral, traduzida num longo período sem greves, além de um sustentado crescimento das vendas e do aumento do número de passageiros transportados.

Numa comunicação aos trabalhadores da CP, a administração cessante agradece a colaboração de todos e refere que os resultados alcançados só foram possíveis “com um modelo de operação em rede” no qual cada serviço operacional teve um impacto positivo em todos os outros.

Esta gestão representou uma ruptura com as estratégias seguidas anteriormente, de divisão e segmentação da empresa em unidades de negócios que funcionavam de forma autónoma, muitas vezes, de costas voltadas.

Na quinta-feira, o Jornal de Notícias dava conta de uma petição online a favor da continuidade no cargo de Manuel Queiró na CP.

Segundo comunicado do ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, a nova administração “terá como prioridades o desenvolvimento de uma política que contribua para a coesão territorial do país, a renovação estratégica do material circulante e a reestruturação orgânica da empresa”.

Carlos Gomes Nogueira é licenciado em Gestão e era administrador executivo da Europartners, tendo tido, entre 2011 e 2014, funções executivas na Groundforce.

Em 2015 pertenceu, como independente, à comissão política da coligação Portugal à Frente.