Torne-se perito

Cerca de 100 enfermeiros especialistas em vigília pedem reunião urgente com primeiro-ministro

Responsável sindical diz que Costa precisa de perceber que esta é uma "situação urgente" e que precisa de ser resolvida para que "grávidas não fiquem sem apoio da enfermagem especializada".

Enfermeiros querem reunião de emergência com Costa
Foto
Enfermeiros querem reunião de emergência com Costa rui Gaudencio/ arquivo

Entre 80 a 100 enfermeiros especialistas estão em vigília nesta noite de quarta-feira frente à residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa, não só para apresentar reivindicações, mas também pedir uma reunião de emergência com António Costa.

Em declarações, por telefone, à agência Lusa, Bruno Reis, porta-voz dos Enfermeiros Especialistas em Saúde Materna e Obstetrícia (EESMO), adiantou que um dos objectivos da vigília é o de entregar na residência oficial do primeiro-ministro um pedido de reunião urgente.

"Para que ele [António Costa] possa perceber que esta é uma situação emergente, que nós pretendemos ver resolvida, para que dia 3 de Julho, de norte a sul do país, as grávidas não fiquem sem apoio da enfermagem especializada", disse o responsável sindical.
 

Sugerir correcção