Via Verde lança serviço de boleias

Grupo Brisa lança plataforma de partilha de viaturas Via Verde Boleias. Novo serviço arranca no dia 29 de Junho

Foto
PAULO PIMENTA

Já há mais de 40 milhões de utilizadores em toda a Europa de plataformas digitais que organizam a partilha de viagens de automóvel, em serviços conhecidos como “ridesharing” ou “carpooling”. A Brisa, que detém o serviço de Via Verde não quer perder a boleia, e lança esta segunda-feira um serviço com esse mesmo nome: o Via Verde Boleias. A empresa assume a sua intenção de ser a plataforma de referência em Portugal para este tipo de mobilidade que assenta na economia da partilha.

O serviço vai permitir aos utilizadores partilhar a viagem de automóvel e, com essa partilha, diminuir os seus custos, nomeadamente em portagens e combustível. A ambição da Via Verde é substituir-se aos operadores nacionais e internacionais que se tem organizado através das redes sociais, e oferecer um serviço que funciona numa plataforma própria ou através de uma aplicação. O “site” boleias.viaverde.pt e aplicação Via Verde Boleias estarão activos a partir da próxima quinta-feira, 29 de Junho.

Os utilizadores precisarão de construir um perfil com os dados pessoais fundamentais, (o que inclui endereço de e-mail e número de telemóvel, que serão verificados através do envio de códigos). Quem pretender registar-se como condutor também deverá dar a informação sobre o veículo que usa.

Durante a fase de lançamento da Via Verde Boleias existem vantagens adicionais, de acordo com a empresa: os condutores terão direito a um vale de cinco euros de combustível na primeira viagem e os passageiros estarão isentos de comissões durante o Verão.

A partir de Setembro também ficará disponível a utilização deste serviço de boleias em grupos fechados, “uma funcionalidade para empresas, universidades e/ou outras instituições que pretendam disponibilizar este serviço aos seus membros”, esclarece a empresa.