A despedida dos Swans em Portugal será em Outubro

Depois da passagem pelo NOS Primavera Sound, os Swans despedem-se da actual formação com concertos no Porto e Lisboa, em Outubro.

Foto

Há duas semanas, quando actuaram no festival Nos Primavera Sound, ficou a ideia que havia sido o último concerto do grupo em Portugal, pelo menos com a actual formação. Foi o próprio líder, Michael Gira, que o disse em palco, num concerto de catarse ruidosa e precisão virtuosa, com grandes crescendos de intensidade emocional. Mas afinal não.

A 8 de Outubro, os Swans actuarão no Hard Club, no Porto, e um dia depois estarão em Lisboa, no espaço Lisboa ao Vivo. E aí, sim, deverá ser mesmo a última oportunidade de ver a banda com a actual formação. Ou seja, existe sempre a hipótese de no futuro Michael Gira regressar com outros músicos e outras ideias.

Ao longo dos anos, desde que se estrearam em longa-duração com Filth, em 1984, os Swans foram sendo muita coisa, mas a intensidade, e a costela experimental, mantiveram-se como características nucleares. Assim foi na primeira encarnação, até ao final dos anos 1990; assim foi a partir do regresso, em 2010; assim tem sido nos álbuns e nos concertos desde então.

As primeiras partes, em ambas as datas da próxima passagem da banda por Portugal, estarão nas mãos de Baby Dee. A artista e performer norte-americana, que já colaborou com nomes como Antony Hegarty, Current 93, Will Oldham ou Andrew W.K., apresentará uma obra que tem tanto de excêntrico como de desconcertante. Os bilhetes, com o preço único de 25€, já estão à venda.