Um morto e dez feridos em ataque com carrinha junto a mesquita de Londres

Polícia deteve um suspeito, que terá atropelado um número indeterminado de pessoas em Finsbury Park, junto a uma mesquita. Vítimas são todas muçulmanas, mas a polícia não confirmou se a morte registada foi provocada pelo ataque.

Fotogaleria
Reuters/NEIL HALL
Fotogaleria
Reuters/NEIL HALL
Fotogaleria
Reuters/RITVIK CARVALHO
Fotogaleria
Reuters/NEIL HALL

Uma carrinha atropelou várias pessoas na madrugada desta segunda-feira, junto a Finsbury Park e a uma mesquita, no Norte de Londres. Uma pessoa morreu no local, mas a polícia diz ser demasiado cedo para confirmar que tenha sido resultante do “ataque terrorista”. Oito pessoas foram transportadas para o hospital, duas das quais em estado muito grave, e um homem de 48 anos foi detido por tentativa de homicídio.

O caso está a ser investigado pelo departamento de contraterrorismo e a primeira-ministra, Theresa May, já afirmou que este incidente está a ser tratado como um potencial ataque terrorista, cita a Reuters. O mayor de Londres, Sadiq Khan, foi mais longe e já qualificou o caso como "um ataque terrorista horrível". "Ainda não conhecemos todos os pormenores, mas foi claramente um ataque deliberado contra londrinos inocentes. Muitos deles estavam a acabar as suas preces, durante o mês sagrado do Ramadão", escreveu Sadiq Khan no Facebook.

The Metropolitan Police are responding to a horrific terrorist attack on innocent people in Finsbury Park. One person...

Posted by Mayor of London on Sunday, 18 June 2017

Em comunicado, a polícia adianta que "oito pessoas foram transportadas para três hospitais diferentes" e que "duas foram tratadas no local a ferimentos ligeiros". 

Todas as vítimas são muçulmanas, e uma testemunha relatou à BBC que o condutor responsável pelos atropelamentos gritou que queria “matar muçulmanos”. O atacante terá sido imobilizado por civis que se encontravam na zona até à chegada da polícia.

Uma pessoa morreu no local, mas as autoridades dizem que é demasiado cedo para confirmar que a morte foi provocada pelo ataque. Isto porque, segundo a polícia metropolitana de Londres, esta pessoa estava já a ser assistida aquando do início do ataque.

De acordo com um tweet do Conselho Muçulmano do Reino Unido, a "carrinha atropelou crentes quando estes saíam da mesquita de Finsbury Park", onde estavam para as orações da noite no mês do Ramadão, e num incidente que considera ter sido motivado por islamofobia. Mohammed Kozbar‏, líder da mesquita local, partilhou no Twitter uma mensagem de solidariedade com "aqueles que foram feridos ou afectados por este ataque cobarde", referindo as "muitas vítimas no chão". Peter Bergen, um especialista em terrorismo, disse à CNN que a zona circundante tem uma grande população muçulmana e que a mesquita em causa é conhecida por juntar vários islamistas.

O Conselho Muçulmano do Reino Unido (MCB, na sigla inglesa) já pediu o reforço de segurança junto às mesquitas, uma vez que se aproxima o final do mês do Ramadão.

Uma testemunha partilhou no Twitter uma fotografia do local do incidente e escreveu que era "terrível ver agentes da polícia a fazer manobras de reanimação às pessoas no chão, tentando desesperadamente salvá-las". "Espero que tenham conseguido", conclui. O The Washington Post cita um vídeo publicado online em que se vêem pessoas a gritar e um dos feridos a ser assistido no chão, confirmando que essa pessoa estava a ser alvo de manobras de reanimação. O jornal norte-americano fala de um outro homem de lenço ensanguentado na cabeça.

Num comunicado partilhado nas redes sociais, os serviços de emergência de Londres informam que foram enviadas para o local várias ambulâncias, paramédicos e equipas especializadas em resposta imediata e em trauma.

Nos últimos meses, Londres foi palco de dois ataques terroristas que incluíram atropelamentos: a 22 de Março, um homem atropelou várias pessoas na Ponte de Westminster (matando quatro delas) e esfaqueando posteriormente um agente da polícia, até ser abatido pelas autoridades. Mais recentemente, a 3 de Junho, três homens atropelaram vários peões com uma carrinha na Ponte de Londres, saindo posteriormente da viatura e esfaqueando cidadãos na zona de Borough Market. Também eles foram abatidos pela polícia.

No resto da Europa, este género de incidentes também se tem verificado. A 7 de Abril deste ano, um camião abalroou uma multidão em Estocolmo, na Suécia, causando quatro mortes. No final do ano passado, a 19 de Dezembro, um camião entrou numa rua dedicada a um mercado de Natal em Berlim, vitimando 12 pessoas. Antes, a 14 de Julho de 2016, um homem armado conduziu um camião contra a multidão que celebrava o Dia da Bastilha na cidade francesa de Nice, o que resultou em mais de 80 mortes.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações