Jerónimo de Sousa em Cuba para homenagem a Che e encontros de alto nível

Líder do PCP tinha visitado aquele país em 2014 para “conhecer a realidade cubana”.

Foto
Jerónimo de Sousa está em Cuba até sexta-feira Rui Gaudêncio

O secretário-geral do PCP está actualmente em Cuba, numa visita de cinco dias que se estende até à próxima sexta-feira, dia 16, para participar numa homenagem a Che Guevara e para se encontrar com “altos dirigentes” do Partido Comunista Cubano (PCC) e daquele Estado do mar do Caribe.

Uma comunicado do partido indica que a visita da delegação do Partido Comunista Português se realiza no “quadro das tradicionais relações de amizade, cooperação e solidariedade” entre os dois partidos comunistas.

Jerónimo de Sousa e Pedro Guerreiro, membro do Secretariado do Comité Central e responsável pela secção Internacional do partido, deslocam-se a Cuba a convite do PCC. Ao PÚBLICO, o partido especificou que, “entre outros contactos e encontros”, ambos cumprem um “programa diversificado” que inclui a participação num “acto de homenagem” a Ernesto Che Guevara que completaria esta quarta-feira 89 anos. Na agenda dos dois portugueses estão ainda reuniões com “altos dirigentes” do partido comunista e do Estado cubanos, tendo-se já encontrado com o segundo secretário do Comité Central do PCC, José Ramón Machado Ventura.

A visita do líder comunista português acontece apenas sete meses depois da morte do histórico líder cubano Fidel Castro, que mereceu a mais longa e emocionada ovação no último congresso do PCP, em Dezembro passado. Jerónimo de Sousa estivera em Cuba pela última vez há três anos e meio, quando o PCC era já liderado por Raul Castro, para diversas reuniões e para “conhecer a realidade cubana”, anunciou então o partido. E a viagem anterior fora em 2005, altura em que se encontrou com Fidel Castro, ainda chefe de Estado.