Torne-se perito

Loures está a caminho de se tornar a “capital do clarinete”

A autarquia quer continuar a promover e dar visibilidade ao talento dos músicos do concelho.

Foto
Nuno Ferreira Santos

A Câmara Municipal de Loures aprovou esta quarta-feira uma proposta para criar e registar a marca "Loures Capital do Clarinete", tornando assim o concelho numa referência no ensino e na prática deste instrumento.<_o3a_p>

A proposta foi aprovada esta tarde, por unanimidade, durante uma reunião do executivo liderado pelo comunista Bernardino Soares.<_o3a_p>

Em declarações à agência Lusa, o vice-presidente da Câmara Municipal de Loures, Paulo Piteira, explicou que esta proposta surge do facto de o município de Loures ser o berço de "virtuosos músicos clarinetistas", "reconhecidos nacional e internacionalmente".<_o3a_p>

Entre os mais famosos clarinetistas do concelho de Loures estão Marcos Romão dos Reis Júnior (já falecido), António Saiote, Jaime Carriço e Luís Gomes. Da nova geração, o autarca destacou os clarinetistas Aldara Medeiros e Martim Barbosa.<_o3a_p>

"Ciente deste potencial, a Câmara Municipal de Loures tem levado a cabo um conjunto de projectos e iniciativas no sentido de promover e dar visibilidade ao talento destes executantes", apontou.<_o3a_p>

Paulo Piteira sublinhou que o reconhecimento desta marca vai ajudar a afirmar esta vocação e singularidade do município, no distrito de Lisboa.<_o3a_p>

"Vai permitir afirmar que este município tem um óptimo trabalho já realizado e que venha a ser procurado por quem estiver interessado em fazer a sua formação no clarinete", concluiu.<_o3a_p>

Sugerir correcção