F. J. Ossang em retrospectiva nos 25 anos do Curtas Vila do Conde

Festival fecha programação na próxima semana, mas levantou já o véu sobre parte do programa para 2017.

F. J. Ossang
Foto
F. J. Ossang CURTAS VILA DO CONDE

Começa a preencher-se a programação da festa do quarto de século do Curtas Vila do Conde 2017, a decorrer entre 8 e 16 de Julho. Desvendado o programa de concertos Stereo (encabeçado por Mão Morta e Capitão Fausto), o festival promete anunciar a “jóia da coroa” da competição nacional dos seus 25 anos na próxima semana (em conferência de imprensa a ter lugar na quinta-feira, dia 22 de Junho). Mas revelou já que a retrospectiva In Focus 2017 será dedicada ao francês F. J. Ossang, nome “secreto” do cinema independente, músico, escritor e realizador com uma relação muito próxima com Portugal. 

A sua segunda longa-metragem, Le Trésor des Îles Chiennes (1990), foi filmada entre nós e co-produzida por Paulo Branco. Docteur Chance (1997) tinha no papel principal o já desaparecido Pedro Hestnes (1962-2011); a curta de 2008 Vladivostok! venceu a competição experimental do Curtas em 2009; a longa de 2010 Dharma Guns (La Succession Starkov) foi também uma co-produção lusa (Cinemate e Bando à Parte). Finalmente, o realizador esteve entre nós em finais do ano passado a rodar a sua mais recente longa, 9 Doigts, com Paul Hamy (o Ornitólogo de João Pedro Rodrigues) no papel principal e co-produção O Som e a Fúria. Ossang virá a Vila do Conde acompanhar a retrospectiva integral que o Curtas lhe dedica.

Entretanto, o Curtas abriu também já o jogo sobre a competição internacional de 2017, com 37 títulos entre os quais se encontram a curta de Laura Poitras (Citizenfour) e Henrik Moltke, Project X, sobre um dos “locais secretos” da NSA; The Hedonists, que o chinês Jia Zhang-ke estreou em Locarno 2016; Tres Oraciones sobre la Argentina, de Nele Wohlatz, a autora de El Futuro Perfecto; e novos filmes de habitués do Curtas como Ben Rivers (Urth), Yann Gonzalez (Les Îles) ou David O'Reilly (Everything). 

Também já foi divulgado o elenco da competição experimental, com 24 selecções, incluindo novos trabalhos de Ken Jacobs (Popeye Sees 3D), Jay Rosenblatt (The Kodachrome Elegies), Bill Morrison (Little Orphan Annie), Lois Patiño (FAJR) ou Christoph Girardet (It Was Still the Fall). Uma palavra ainda para o concurso de filmes de escola Take One!, que, este ano, apresenta algumas curtas estreadas no concurso do IndieLisboa – caso de De Madrugada, de Inês de Lima Torres, ou From Vincent’s House in the Borinage, de José Fernandes.

O Curtas decorre de 8 a 16 de Julho no Teatro Municipal de Vila do Conde e, para marcar os 25 anos, também no renovado Auditório Municipal onde a “aventura” começou em 1993. O site http://festival.curtas.pt vai ter toda a informação de programa e bilhetes.