Suspeita de fuga tóxica em comboio de mercadorias provoca atraso de seis horas no Sud Expresso

Comboio internacional de passageiros esteve cinco horas parado na fronteira espanhola de Fuentes de Oñoro para não se cruzar em Vilar Formoso com um mercadorias que transportava combustível.

O serviço Sud Expresso liga diariamente Hendaya a Lisboa
Foto
O serviço Sud Expresso liga diariamente Hendaya a Lisboa Miguel Manso

O Sud Expresso, que diariamente liga Hendaya a Lisboa, chegou nesta terça-feira a Santa Apolónia, na capital portuguesa, com seis horas de atraso depois de uma viagem atribulada. Tudo culminou com a proibição de entrar na fronteira de Vilar Formoso porque nessa estação estava estacionado outro comboio, de mercadorias, que alegadamente teria um vagão cisterna com uma fuga.

Peritos vindos de Espanha acabaram por não confirmar essa suspeita e permitiram que o Sud prosseguisse viagem cruzando a fronteira em Vilar Formoso com o comboio da Medway (antiga CP Carga) que transportava produtos tóxicos.

A viagem, porém, já começara mal logo em Irun (fronteira hispano-francesa), de onde o comboio deveria ter partido na segunda-feira às 18h50. O TGV vindo de Paris com passageiros para o Sud vinha atrasado. Em vez de esperar por essa ligação em Irun a composição seguiu para San Sebastian onde acabou por ficar parada à espera que os malogrados passageiros vindos de França ali chegassem, transportados desde a fronteira, com malas de viagem, num comboio suburbano.

Pela 1h00 da manhã, chegado a Medina del Campo, foi a vez de esperar 45 minutos pelo Lusitânia Expresso proveniente de Madrid que também vinha atrasado. A partir daqui os dois comboios – Sud e Lusitânia – seguem numa única composição até Lisboa. Mas durante a manobra, a locomotiva a diesel que os deveria rebocar até Vilar Formoso avariou.

Substituída a locomotiva, o que aumentou ainda mais o atraso, o internacional chegou a Fuentes de Oñoro onde foi impedido pelas autoridades de entrar em Portugal por causa da suspeita de fuga tóxica em Vilar Formoso.

Com tantos atrasos, o comboio que deveria ter chegado a Santa Apolónia às 7h30, chegou às 13h30.